arrow_drop_down
search
Jorge Sampaoli não é mais o técnico do Atlético-MG; Treinador se despede do Galo com carta emocionante

Notícias Atlético-MG

Jorge Sampaoli não é mais técnico do Atlético-MG; Argentino se despede do Galo com carta emocionante: 'Está destinado a brigar por grandes coisas'

O técnico Jorge Sampaoli confirmou que não fica no Atlético-MG; Argentino se despediu do Galo com carta emocionante

Bolavip

Jorge Sampaoli não é mais o técnico do Atlético-MG; Treinador se despede do Galo com carta emocionante

Jorge Sampaoli não é mais o técnico do Atlético-MG; Treinador se despede do Galo com carta emocionante (Foto: Getty Images)

Chegou ao fim o ciclo de Jorge Sampaoli no Atlético-MG, após uma temporada. Em carta enviada pela assessoria de imprensa do técnico, intitulada 'Adeus, Galo', o ex-Santos confirmou a saída do Alvinegro e fez questão de agradecer todos os profissionais do time mineiro. 

No comunicado oficial, Sampaoli se mostrou orgulhoso das atuações apresentadas pela equipe alvinegra e afirmou que espera que a ideologia seja mantida pelo clube. Além disso, o argentino não poupou elogios ao futebol brasileiro. 

Sampaoli durante jogo do Atlético-MG. Foto: Getty Images
Sampaoli durante jogo do Atlético-MG. Foto: Getty Images

"Não houve um só dia no Atlético Mineiro em que abandonássemos nossa ideia sobre futebol. Este time teve a valentia de jogar dentro e fora de casa da mesma forma. Jamais renunciamos a pensar na trave do rival. O Galo colocou seu coração em todo o país. Isso me dá um orgulho impressionante. Desejo que seja uma ideologia que se mantenha no clube", escreveu ele. 

Jorge Sampaoli confirma saída do Atlético-MG e revela data de sua despedida no clube 

Ainda na carta, Jorge Sampaoli revelou que seu adeus ao Atlético-MG acontecerá já nesta quinta-feira (25), às 21h30 (de Brasília), ante o Palmeiras, em duelo válido pela última rodada do Brasileirão. O treinador, no entanto, não poderá ficar à beira do campo, após ser expulso contra o Sport.  

O argentino também demonstrou frustração por não ter conseguido comandar o Alvinegro com o estádio lotado, por conta da pandemia da Covid-19. "Na quinta, será a última partida. Saio com a nostalgia de não poder ter dirigido com o estádio cheio. Sei que nos emocionamos muito. Queria viver os vídeos que tinha visto de uma torcida apoiando sem parar", lamentou. 

Temas:

Leia também


Comentários

Cadastre-se

Você pode receber as últimas notícias na sua caixa de E-mail.