arrow_drop_down
search
Mancini busca resolver todos os problemas do Timão - Foto: Rodrigo Coca/Corinthians.

Futebol Corinthians

Corinthians evolui sem camisa 9, mas "ponto fraco" volta a aparecer contra o Vasco e Mancini busca solução imediata

Com mais volume ofensivo mesmo se Jô ou Boselli, Timão repete situação que vem causando preocupação e Mancini precisa resolver essa questão para continuar em uma crescente frente ao time

Bolavip

Mancini busca resolver todos os problemas do Timão - Foto: Rodrigo Coca/Corinthians.

Mancini busca resolver todos os problemas do Timão - Foto: Rodrigo Coca/Corinthians.

Conquistando sua segunda vitória em três jogos no comando do Corinthians, ambas nos minutos finais das partidas, Vagner Mancini vem contando com uma dose de sorte, mas além de "pé quente", o Timão tem se mostrado bem mais organizado neste início de trabalho do treinador. O triunfo por 2 a 1 veio após apenas sete treinamentos. 

 

 

Porém, resta claro que a equipe vem sendo mais vertical, tentando atacar de modo mais veloz, se defendendo com duas linhas de quatro jogadores e oferecendo mais dificuldade à saída de bola adversária. Enquanto tem fôlego, o Timão também avança as linhas de marcação e tenta roubar a bola no campo de ataque.

 

 

Vale destacar uma escolha interessante do treinador: uma equipe sem centroavantes, que levantou dúvidas antes da partida, sobretudo pelas más condições do gramado de São Januário, que indicavam disputas mais físicas do que técnicas. Mesmo assim, o Alvinegro se comportou bem e foi superior na primeira etapa. Com a bola, a equipe se posicionava num 4-1-3-2, com Xavier à frente da zaga, Vital pela esquerda, Ederson mais centralizado, Ramiro pela direita, Mantuan e Cazares avançados, com Ramiro teve duas chances invadindo a área vascaína.

 

Corinthians  demonstrou algumas melhoras diante do Vasco - Foto: Rodrigo Coca/Corinthians.
Corinthians demonstrou algumas melhoras diante do Vasco - Foto: Rodrigo Coca/Corinthians.

 

O ponto mais preocupante e que chama atenção negativamente, é o fato da equipe perder muito a intensidade no decorrer das partidas. Por mais que a maratona de jogos seja desgastante e a preparação pós-quarentena não tenha sido ideal, a equipe não pode definhar de forma tão latente ao longo dos 90 minutos, o que vem sendo considerado um "ponto fraco" no momento.

 

 

Apesar disso, foram mais 3 pontos que fizeram Fiel torcida comemorar e respirar um pouco mais aliviados. O Corinthians ainda não tem uma escalação definida, daquelas que o torcedor tem na ponta da língua do goleiro ao ponta esquerda, mas a equipe vai encorpando com Vagner Mancini. A luta ainda segue sendo contra o rebaixamento, mas ela já pareceu mais difícil.

Temas:

Leia também


Comentários

Cadastre-se

Você pode receber as últimas notícias na sua caixa de E-mail.