Em ano de Copa do Mundo, qualquer notícia que deixe o torcedor por dentro da Seleção Brasileira possui valor. Em entrevista nesta segunda-feira (20), para o canal do YouTube 'Podpah', o técnico Tite liberou não apenas uma, mas várias informações sobre a Canarinho. Entre as várias coisas debatidas no papo que durou quase duas horas, o treinador falou também de Daniel Alves.

O professor Adenor demonstrou confiança no trabalho do lateral-direito. Recentemente Daniel anunciou sua saída do Barcelona, gerando dúvidas sobre onde vai jogar no restante do ano. Para o líder da comissão técnica do Brasil, o jogador só não vai à Copa caso “não estiver nas melhores condições físicas e num campeonato de alto nível”. Se com o atleta a situação está caminhando, visto que Dani Alves atrai o interesse de diversos clubes, a relação com equipes da Europa ainda está em aberto.

Isso porque, segundo Tite, a CBF vem buscando marcar amistosos contra as seleções do velho continente. Principalmente com o objetivo para o final do ano, no Catar, seria interessante para o Brasil enfrentar times competitivos. Ainda segundo o treinador brasileiro, a Inglaterra foi uma das procuradas, porém, a resposta não foi bem o que o técnico esperava.

“A gente tentou enfrentar a Inglaterra, que foi vice da Eurocopa. Queríamos fazer um confronto contra o Brasil, que foi vice da Copa América. Não foi possível, não deixaram. Nós tentamos de todas as formas, todos os jeitos. Eu gostaria de enfrentar Inglaterra, Itália e Alemanha. Sim, gostaríamos, como forma de preparação”, disse Tite.

O treinador ainda admite que os jogos seriam legais também para os europeus, que poderiam chegar ao Mundial mais preparados. Dentre várias perguntas geradas no podcast, Tite respondeu sobre o interesse em treinar outras equipes. Apesar de ainda não ter decidido oficialmente, PSG e Real Madrid foram dois clubes que o solicitaram.