A Seleção Brasileira entra em campo, nesta terça-feira, dia 16, para enfrentar a Argentina, no estádio do Bicentenário de San Juan, às 20h30, pela 14ª rodada das Eliminatórias da América do Sul para a Copa 2022. Este será o último jogo do Brasil em 2021 e o primeiro encontro entre as duas seleções depois do clássico que acabou suspenso após intervenção da de agentes da Anvisa e da Polícia Federal.

A última vez que as duas equipes estiveram frente a frente e a partida teve início e fim, foi na final da Copa América. Na ocasião, os hermanos levaram a melhor com a vitória e o título. Para este duelo, Tite escalou o Brasil da seguinte forma: Alisson, Danilo, Marquinhos, Éder Militão e Alex Sandro; Fabinho, Fred e Paquetá; Raphinha, Vini Jr e Matheus Cunha.

O treinador da Seleção Brasileira promoveu algumas alterações. Thiago Silva e Gabriel Jesus deram lugar a Militão e Matheus Cunha. Além disso, ainda há os desfalques. Firmino e Lucas Veríssimo foram cortados por lesão. Neymar, principal jogador da equipe, sentiu dores musculares, e Casemiro, suspenso, estão fora.

Além do problema dos jogadores que não estão à disposição do treinador, ainda há o "problema futuro". A Seleção Brasileira conta com alguns jogadores pendurados. São eles: Thiago Silva, Marquinhos, Eder Militão, Casemiro, Fred, Fabinho, Gerson, Lucas Paquetá, Neymar e Gabriel Jesus. Outros atletas estão na mesma situação, mas não foram convocados desta vez.