Na partida entre Argentina e Brasil, pela 14ª rodada das Eliminatórias Sul-Americanas, um lance gerou muita polêmica. Aos 33 minutos, Otamendi saía jogando no campo de defesa, e deu uma cotovelada no rosto de Raphinha, quando ele se aproximava para tentar roubar a bola.

O VAR chegou a analisar o lance, porém, após dois minutos de paralisação, optou por não chamar o árbitro Andrés Cunha para rever o lance no monitor. A disputa de bola entre Otamendi e Raphinha foi bastante falada nas redes sociais e nas transmissões de televisão. Um detalhe lembrado é o “fator casa”, que teria impedido o árbitro de expulsar o zagueiro argentino.

A Argentina teve mais posse de bola no primeiro tempo, mas finalizou menos em relação ao Brasil. A equipe canarinho teve as duas principais chances dos primeiros 45 minutos, em finalização cara a cara de Vinícius Júnior e em chute de longe de Matheus Cunha, que enxergou Emiliano Martínez adiantado.

Veja o lance que gerou polêmica em San Juan: