O São Paulo sofre com problemas físicos durante toda a temporada. Esse é um dos fatores que a comissão técnica e a diretoria acreditam ser responsável pelo momento ruim que o clube enfrenta no Campeonato Brasileiro, além, das eliminações na Copa do Brasil e Libertadores. 

E em um momento onde a equipe pode contar com a maioria de seus jogadores, mais um problema aconteceu. Nesta segunda-feira (11), o atacante Emiliano Rigoni, a principal contratação da temporada, se tornou mais um na estatística de lesionados da equipe tricolor. 

O São Paulo enfrentava o Cuiabá, pela 24ª rodada do Campeonato Brasileiro e ainda na primeira etapa, o atacante argentino sentiu uma lesão muscular na coxa esquerda e precisou ser substituído aos 40 minutos. Revelado nas categorias de base do clube, Marquinhos entrou em seu lugar. 

O camisa 77 ainda será reavaliado pelo departamento médico para saber da gravidade de sua lesão, mas por se tratar de algo muscular, pode perder pelo menos de duas a quatro semanas e ficar fora até a reta final do Brasileirão, retornando nas últimas rodadas. 

Nesta temporada, Rigoni já sentiu um desconforto muscular que o tirou de três partidas em 2021. Contra o Bahia e Fortaleza pelo Brasileirão, além da ida das oitavas de final da Copa Libertadores da América, contra o Racing. O argentino decidiu o duelo de volta, com dois gols.