A Rainha Marta publicou um vídeo em suas redes sociais neste sábado (31), mais cedo, em que cantava “não deixe o samba morrer”, canção de Edson Conceição e Aloísio Silva, muito popular na voz de Alcione, Maria Rita e outros grandes nomes do cancioneiro nacional, fazendo uma alusão ao sonho da conquista do Torneio Olímpico com a Seleção feminina de futebol.

 

 

 

 

 

“Não dá para cantar, não, essa sozinha. São tantas emoções, porque isso aqui que vocês estão filmando, daqui a alguns anos vocês vão mostrar eu, aqui, no vestiário, sozinha… Para não deixar o samba morrer. E [com] o samba eu quero dizer dentro e fora de campo, caramba. Não deixa, não!”, frisou a rainha, com seu jeitão descontraído, fazendo uma alusão ao sonho de conquistar o Torneio olímpico (além de mais valorização e investimento no futebol feminino, por si só).

 

 

 

 

A Seleção brasileira foi eliminada na sexta (30), nos pênaltis, pelo Canadá. No tempo regular de partida, as equipes empataram em 0 a 0. E nas penalidades o Brasil saiu na frente, mas acabou sendo superado pelas canadenses, com placar de 4 a 3.

 

 

 

 

 

Depois da derrota, Marta voltou a falar sobre a necessidade de se investir nas novas gerações do futebol feminino, bandeira que tem sido levantada também pela técnica sueca Pia Sundhage, que convocou para esta campanha olímpica nove calouras para compor o time.

 

 

 

 

 

“Agora é pensar no futuro. Continuar apoiando as nossas meninas, apoiando a modalidade, porque o futebol feminino não acaba aqui, o futebol feminino continua, e espero que as pessoas tenham essa consciência, e que não saiam apontando o dedo para ninguém, porque aqui não tem culpado, ou o que faltou ou deixou de fazer. Fizemos o que esteve ao nosso alcance”, disse a meia-atacante da Seleção brasileira ao SporTV, ao fim de Brasil X Canadá.