arrow_drop_down
search
Rony ou Willian, quem vem?

Futebol Palmeiras

Willian x Rony, eis a dúvida de Luxemburgo para Palmeiras mais ágil contra o Bahia

Willian Bigode e Rony disputam uma das vagas no ataque Palestrino

Bolavip

Rony ou Willian, quem vem?

Rony ou Willian, quem vem?

O Palmeiras surgirá no gramado da Arena Pituaçu, na noite deste sábado (29), para o que talvez seja a primeira partida que se apresenta com a possível espinha dorsal palestrina para a temporada. O jogo contra o Bahia, pela 6ª rodada do Brasileirão, é o prosseguir alviverde depois de uma vitória no clássico contra o Santos que agradou pela postura do time. 

O confronto diante do Tricolor da Boa Terra é a partida crucial para apontar o caminho de um Palmeiras criativo nos pés de Lucas Lima. O clássico credenciou o camisa 20 como a melhor opção para a função e, se repetir uma boa apresentação em Salvador, carimba a titularidade no time palmeirense. Além disso, vai confirmar a estratégia do técnico Vanderlei Luxemburgo de colher bons resultados e desempenho concedendo sequência de jogos às peças do elenco. 

Após atuação fundamental para vitória no clássico contra o Santos, Lucas Lima ganha cada vez mais a confiança de Luxa. O camisa 20 é a primeira opção para municiar o ataque Alviverde. (Foto: César Greco /Ag. Palmeiras)

Não é a toa que Luxa tem afirmado que a conquista de posições no time depende exclusivamente dos atletas. Para Bruno Henrique, segue a mesma lógica. Diferentemente de Lucas Lima, que em lampejos mostrava alguma evolução antes do clássico, BH surpreendeu e compôs um meio de campo conectado e ofensivo diante do Santos. Sua substituição logo no intervalo desagradou à torcida. Com ele em campo, o Palestra alcançou a intensidade desejada desde o retorno do campeonato. A expectativa é que possa repetir a atuação eficiente do último domingo (23).

Matias Viña deve retornar à lateral esquerda recuperado de lesão no quadril, mas quem abre vaga para a reserva é a outra ala. Marcos Rocha segue em tratamento e Mayke assume o setor direito defensivo. Felipe Melo não volta aos gramados ainda, mas as atuações seguras de Luan dão tranquilidade a Luxemburgo. Gabriel Veron passa por transição entre parte física e técnica, Raphael Veiga trata uma contusão no pé esquerdo e Luan Silva, o camisa 9 do Palestra em 2020, ainda segue a saga para recuperar o joelho esquerdo.

 Matias Vinã passou por intenso trabalho de recuperação e deve retornar a lateral esquerda contra o Bahia (Foto: César Greco /Ag. Palmeiras)

Entre a recuperação de jogadores em tratamento e treino tático realizado na Academia, o Palmeiras viveu semana intensa das mais diversas especulações. O interesse do Benfica em Patrick de Paula; as três propostas secretas a Gustavo Scarpa; a sondagem de informações feitas pelo Verdão sobre uma possível contratação de Mauro Pittón, meio-campista do Vélez Sarsfield; o eterno flerte com o atacante Hulk e até mesmo uma inimaginável contratação de Alexandre Pato foram temas aventados nos últimos dias palestrinos. 

De concreto e realizado até o momento, apenas o empréstimo do meia Alanzinho ao Guarani para ganhar rodagem na Série B. Porém, a pérola especulativa da semana fica por conta do interesse do Grêmio por Willian Bigode, que virou até top trends no Twitter noite de quinta-feira (27) como um dos assuntos mais comentados. Bigode esteve presente em todas as partidas do ano e já soma números substanciosos em sua jornada pelo Palmeiras. É o líder isolado em participações diretas em gols alviverdes na temporada (11), figura como terceiro maior artilheiro do clube no Século XXI com um total de 46 gols (atrás somente de Vágner Love, com 54, e Dudu, com 70).

Willian Bigode desponta como nome da história Palestrina: o 2º maior artilheiro do Verdão na era dos pontos corridos com 21 gols, já está está no top 10 dos que mais venceram pelo clube no Século XXI. Presença em todos os 24 jogos do Palmeiras em 2020 (Foto: César Greco/Ag. Palmeiras)

Justamente o Bigode é a dúvida se vem ou não como titular na partida contra o Bahia, claramente disputa a posição com Rony. Cada um com sua característica, mas o fato é que sua presença confere mais mobilidade ao time - contra o ainda atrapalhado camisa 11 que parece mais próximo de se perder na desconfiança do que dar a volta por cima -, ainda mais com a consolidação do Palmeiras com três homens no meio de campo

Pitaco da Escalação do Palmeiras para o jogo contra o Bahia neste sábado, (29):

Weverton; Mayke, Luan, Gustavo Gómez e Viña; Patrick de Paula, Bruno Henrique, Lucas Lima e Gabriel Menino; Willian e Luiz Adriano.

Temas:

Leia também


Comentários

Cadastre-se

Você pode receber as últimas notícias na sua caixa de E-mail.