arrow_drop_down
search
Atacante foi condenado em segunda instância - Ricardo Saibun/Santos FC.

Futebol Santos

"Já conversamos com ele"; Rueda expõe planos envolvendo Robinho, que tem contrato até fevereiro com o Santos

Depois de ter inúmeros problemas envolvendo a justiça italiana, jogador ainda tem mais um mês e meio de contrato com o Peixe, mas teve seu futuro definido pelo presidente santista

Bolavip

Atacante foi condenado em segunda instância - Ricardo Saibun/Santos FC.

Atacante foi condenado em segunda instância - Ricardo Saibun/Santos FC.

O Santos está com a cabeça completamente voltada para a final da Libertadores, em busca de ser o primeiro brasileiro teracampeão da competição sul-americana. Mesmo restando 15 dias para a final, marcada para dia 30 de janeiro, no Maracanã, a expectativa toma conta dos torcedores. Porém, um assunto bem deliciado parece já ter um futuro definido.

 

 

O contrato do atacante Robinho com o Santos vai até fevereiro, mas o clube deve rescindi-lo nos próximos dias. Vale lembrar que o jogador foi condenado em segunda instância por violência sexual de grupo contra uma mulher albanesa, em 2013.

 

 

Durante uma entrevista coletiva nesta sexta-feira (15), o presidente Andres Rueda disse que o caso já está com o departamento jurídico do Peixe, que vai chamar a advogada Marisa Alija, empresária do jogador, para rescindir o contrato.

 

Contrato de Robinho será rescindido - Foto: Ivan Storti/Santos FC
Contrato de Robinho será rescindido - Foto: Ivan Storti/Santos FC

 

"O contrato dele vence agora em fevereiro. Já conversamos com ele. Ele já sabe da nossa intenção de romper ou terminar essa relação profissional com o Santos. E isso está com o nosso departamento jurídico para chamar a advogada dele e encerrar essa questão", disse Rueda.

 

 

Após o atacante ser condenado em primeira instância, grande parte da torcida do santista pediu a saída do jogador o quanto antes. Na época, após o GloboEsporte.com revelar conversas de Robinho com amigos sobre o tema, o Santos anunciou a suspensão do contrato do jogador, que acabou condenado em segunda instância no fim de 2020.

Temas:

Leia também


Comentários

Cadastre-se

Você pode receber as últimas notícias na sua caixa de E-mail.