arrow_drop_down
search
Gabriel Martinelli e Pedri: jogadores são joias a serem lapidadas e tem muito talento para despontarem (Foto: Getty Images)

Futebol Jogos Olímpicos

Fique de olho! 10 jogadores que podem surpreender nas Olimpíadas de Tóquio

Em Tóquio, teremos alguns nomes famosos e conhecidos do público, mas estes aqui são algumas das pérolas do futuro no futebol internacional

Bolavip

Gabriel Martinelli e Pedri: jogadores são joias a serem lapidadas e tem muito talento para despontarem (Foto: Getty Images)

Gabriel Martinelli e Pedri: jogadores são joias a serem lapidadas e tem muito talento para despontarem (Foto: Getty Images)

Estamos a dois dias do início dos Jogos Olímpicos. Tal como o futebol feminino, o futebol masculino começa antes da abertura e amanhã (22), o Brasil começa a sua campanha contra a Alemanhã, numa "revanche" da final de 2016 onde a seleção brasileira se consagrou campeã. Porém, as Olimpíadas reservam ver de perto alguns dos futuros nomes do futebol mundial, por isso, o BolaVip Brasil trouxe 10 nomes pra ficar de olho nestas Olimpíadas.

Takefusa Kubo (ponta-direita, Japão/Real Madrid)

O jovem Takefusa Kubo, de 20 anos, atuou em dois times nesta temporada - Villarreal e Getafe. Nesta temporada, o japonês participou da campanha do Submarino Amarelo na conquista da Europa League. Apesar de baixo (1, 73m), Kubo é rápido e driblador e pode ajudar o país sede a ir longe nas Olimpíadas.

Eric García (zagueiro, Espanha/Barcelona)

Recém chegado do Barcelona, já que pertencia ao Manchester City, o jovem Eric García de 20 abre o trio espanhol nesta lista. Teve boas atuações sendo dupla de zaga com Aymeric Laporte e tem muitas condições de lutar pela titularidade no clube catalão. É um dos pilares desta seleção que, com nomes vindos da Eurocopa, pode ir longe.

Pedri (meio-campista, Espanha/Barcelona)

Um dos grandes destaques da última Eurocopa, atuando como um verdadeiro regente no meio-campo, Pedro González López (ou só Pedri), é um dos nomes do futuro do clube catalão. Aos 18 anos, tem qualidade de sobra na saída de bola e na visão de jogo, podendo atuar no meio do campo ou como um meia-armador.

Pedri Espanha Eurocopa
Pedri durante partida da Espanha pela Eurocopa 2020 (Foto: Getty Images)

Unai Simón (goleiro, Espanha/Athletic Bilbao)

Talvez o mais velho da nossa lista, o goleiro de 24 anos fecha a trinca espanhola que se destacou no último mês. Unai Simón é titular no gol do Athletic Bilbao e ocupou a posição na Fúria após as instabilidades de De Gea e Kepa Arrizabalaga. Deu a volta por cima na última Euro e fez parte do time que foi até as semifinais.

Eduardo Camavinga (meio-campista, França/Stade Rennes)

A geração francesa tem muitos nomes em ambos os setores do campo, do goleiro ao atacante. Um dos principais nomes desta geração é o meia Eduardo Camavinga, de 18 anos. Camavinga já tem chamado atenção de gigantes do futebol.

Thiago Almada (ponta-direita, Argentina/Vélez Sarsfield)

Baixinho de 1, 71m, mas veloz e destaque do Vélez na Argentina, não é de hoje que o jovem Thiago Almada, de 20 anos vem chamando atenção no futebol argentino. Jogador vem sendo aproveitado, marcando cinco gols em 18 jogos na última temporada.

Gabriel Martinelli
Gabriel Martinelli (cen.) acompanhado por Pablo Mari (dir.) e Thomas Partey (ao fundo, esq.) durante partida do Arsenal pela Premier League (Foto: Getty Images)

Gabriel Martinelli (ponta-esquerda, Brasil/Arsenal)

Poderíamos colocar mais brasileiros nesta lista, como Antony, do Ajax, Claudinho, do RB Bragantino e Bruno Guimarães, do Lyon. Mas, o escolhido foi o ponta do Arsenal Gabriel Martinelli, de 20 anos. O jogador foi titular no Arsenal na última temporada, sob o comando de Mikel Arteta.

Florian Muller (goleiro, Alemanha/Stuttgart)

Mais um goleiro figura na nossa lista, o jovem Florian Muller, de 23 anos. No início do mês ele foi adquirido pelo Stuttgart por € 5 milhões de euros junto ao Mainz. Convocado desde os 18 anos para as seleções de base, Muller deve ser o goleiro titular da Alemanha nestas Olimpíadas.

Jonathan Ikoné (meia-direita, França/Lille)

Campeão com o surpreendente Lille e sendo peça importante, Jonathan Ikoné é outro destaque da jovem geração francesa. Em 47 jogos na temporada passada, Ikoné contribuiu com sete gols e sete assistências. É um jogador importante na construção de jogadas, combinando velocidade e boa técnica.

Kang-in Lee
Kang-in Lee durante partida do Valencia em La Liga (Foto: Getty Images)

Kang-in Lee (atacante, Coréia do Sul/Valencia)

Por fim, o homem responsável por comandar a seleção sul-coreana na ausência do craque Heung-min Son será o jovem Kang-in Lee, de 20 anos. Revelação do Valencia nas últimas temporadas, Lee pode atuar como atacante ou como meia-armador. Embora, o coreano marcou apenas dois gols e quatro assistências na última temporada.

Temas:

Leia também


Cadastre-se

Você pode receber as últimas notícias na sua caixa de E-mail.