arrow_drop_down
search
Foto: Divulgação/Cruzeiro

Futebol Cruzeiro

Chefe do departamento médico do Cruzeiro atualiza informações sobre retorno previsto de Edilson, Léo e Robinho aos gramados

Enderson Moreira deve ter três reforços caseiros na possível volta do futebol. Robinho, Léo e Edilson estão evoluindo bem fisicamente e já devem ficar disponíveis muito em breve no Cruzeiro

Bolavip

Foto: Divulgação/Cruzeiro

Foto: Divulgação/Cruzeiro

O departamento médico do Cruzeiro está aproveitando a parada no futebol brasileiro para intensificar o processo de retorno de três jogadores importantíssimos para o elenco: Edilson, Léo e Robinho. O trio desfalque a Raposa nos últimos jogos antes da paralisação e o novo treinador Enderson Moreira pretende contar com todos quando as partidas retornarem. 

O chefe do DM do clube mineiro, Sérgio Campolina, atualizou as informações sobre as recuperações dos atletas. Ao portal “Superesportes”, o médico explicou as lesões e como está sendo feito até a retomada aos gramados para reforçar o grupo cruzeirense, com o comando do novo treinador. 

Foto: Divulgação/Cruzeiro

Robinho teve aquela lesão na panturrilha. Não houve uma piora no quadro, mas ele não se recuperou completamente. Já fazia trabalho interno, e o mesmo acontecerá agora. Realmente vai ter um suporte maior do pessoal da preparação física e da fisioterapia, inclusive fazendo trabalho com ele em domicílio. O mesmo vale em relação ao Edilson, que estava com desconforto no pé e no tornozelo pós-trauma, um pisão que ele sofreu. Também já vai fazer um trabalho mais intensivo com o pessoal da preparação física domiciliarmente falando”. 

 

Em relação ao Léo, Sérgio Campolina disse que a lesão muscular foi leve e ele já estava em processo de transição para entrar em campo. No entanto, para não arriscar a conduta física do atleta, os médicos preferiram segurar o jogador visando um retorno mais completo. Com essa parada no Campeonato Mineiro, o ídolo já deve ficar disponível para o treinador Enderson Moreira. 

Em relação ao Leo, ele já estava na transição com a preparação por causa da lesão muscular que apresentou. Foi uma lesão pequena, mas, por prudência e pela característica do atleta, o seguramos no departamento. Também é um atleta que terá acompanhamento domiciliar com profissionais do clube e estará à disposição assim que retornarmos. Espero que seja em breve”. 

Temas:

Leia também


Comentários

Cadastre-se

Você pode receber as últimas notícias na sua caixa de E-mail.