arrow_drop_down
search
Foto: Divulgação/Athletico.

Futebol: Mais notícias

Futebol Athletico-PR

Após 15 saídas, Athletico busca renovação com Dorival e deve manter fórmula de sucesso; Alvarado e José Aldo podem pintar

Com temporadas muito vitoriosas, o Furacão virou centro de atenção e perdeu série de jogadores, sendo obrigado a ir ao mercado buscando reposição. Nessa semana, o zagueiro Edu chegou do Cruzeiro em definitivo

Bolavip

Foto: Divulgação/Athletico.

Foto: Divulgação/Athletico.

Virando uma das referências no país após as conquistas da Copa Sul-Americana e da Copa do Brasil, o Athletico-PR vive um período de reformulação no elenco. Do ano passado para cá, 15 jogadores já deixaram a equipe, além do técnico Tiago Nunes, que aceitou proposta do Corinthians.

Agora sob o comando de Dorival Júnior, o clube busca a remontagem do plantel. Ele trabalha ao lado do diretor de futebol, Paulo André, e do próprio presidente, Mario Celso Petraglia, para tentar repetir o sucesso, apostando justamente na fórmula utilizada nos últimos anos, segundo informou a repórter Nadja Nauad. O clube tem buscado dois tipos de jogadores: peças que estão em baixa no mercado e promessas que podem render em campo e, no futuro, também financeiramente.

Atualmente, foi contratado o zagueiro Edu, de 19 anos, junto ao Cruzeiro, por R$ 3 milhões, e tem negociações avançadas com o meia colombiano Jaime Alvarado, de 20 anos, que pertence ao Watford, da Inglaterra. Outro que também é de interesse do Furacão é o meia José Aldo, que pertence ao Guarani de Palhoça, e está emprestado ao Internacional. Recentemente, foi confirmada a volta do atacante Walter, que cumpre até julho uma punição por doping e não joga há quase dois anos.

Jaime Alvarado está na mira do Athletico de Dorival. Foto: Getty Images

 

O maior destaque é em relação a Felipe Aguilar. O Athletico comprou 50% dos direitos do jogador do Santos por R$ 10 milhões, sendo a contratação mais cara da história do Furacão. O zagueiro foi contratado para suprir a iminente saída de Robson Bambu, que fez apenas 24 partidas pelo time principal e acabou negociado com o Nice, da França por cerca de R$ 47 milhões. 

 

Saíram o lateral-direito Madson, os zagueiros Léo Pereira, Pedro Henrique e Robson Bambu, o lateral-esquerdo Renan Lodi. Também não ficaram os volantes Bruno Guimarães e Camacho, os meias Everton Felipe, Bruno Nazário e Tomás Andrade, além dos atacantes Braian Romero, Rony, Marco Ruben, Marcelo Cirino e Thonny Anderson.

Temas:

Leia também


Comentários

Cadastre-se

Você pode receber as últimas notícias na sua caixa de E-mail.