O ano de 2022 promete ser bastante impactante para os brasileiros dentro do futebol e, em especial, para Neymar. O camisa 10 da Seleção deve disputar o seu último Mundial representando o país - como ele mesmo chegou a dizer, em entrevista recente -, e pode contar até mesmo com a realização do que, para o próprio jogador, é o seu maior sonho na carreira.

Com o desejo do hexacampeonato no ar, ficam também as projeções sobre o que pode ser este ano para o camisa 10 do Brasil e do Paris Saint-Germain. Após passar por um 2021 oscilante no clube francês e ter sofrido com o vice-campeonato da Copa América, Neymar fechou o ano passado com uma lesão, que deve fazer com que ele retorne aos gramados somente no final de janeiro ou início de fevereiro, como informou o PSG.

Para 2022, entretanto, outra pessoa com ótimo histórico usando a camisa 10 do Brasil trouxe boas projeções para Neymar. Já aposentado há algum tempo, Rivaldo, em entrevista à Betfair, deu sua opinião em relação a que ponto o atual craque do país pode chegar no ano

“Estamos começando um ano que promete muitas emoções tanto para clubes como para seleções, e após um final de 2021 no qual acabou se machucando de novo. Eu espero que o Neymar possa se recuperar e arrancar para um grande ano em 2022”, declarou.

E ele prosseguiu, rasgando elogios ao “Adulto Ney”.

Eu sou fã do jogador por sua personalidade dentro de campo e suas características ímpares no futebol, então, eu torço para que tudo corra bem com sua recuperação e logo, esteja voltando a mostrar todo o seu futebol que apaixona qualquer um que goste desse esporte”, destacou o Melhor do Mundo de 1999 e camisa 10 do Brasil no pentacampeonato mundial, em 2002.

Na projeção de grandes competições a disputar em 2022, Neymar quer fazer deste ano bem diferente do que ocorreu em boa parte do anterior. Em 2021, ele não contou com os melhores momentos pelo PSG e teve, por clubes, sua pior marca de gols em toda a carreira. 

Contudo, mesmo em um ano turbulento no que se refere às atuações, Neymar conseguiu momentos de destaque, como chegar à semifinal da Liga dos Campeões pelo PSG e uma boa campanha individual pela Seleção Brasileira pela Copa América, com o vice-campeonato no aspecto coletivo, e sendo peça-chave na classificação da Seleção para a Copa do Mundo deste ano, que será disputada no Catar, entre novembro e dezembro.

Para o Mundial, que pode ser o terceiro disputado por Neymar na carreira - foi o camisa 10 do Brasil em 2014 e 2018 -, o craque tem o sonho de conquistar mais um título para o Brasil, que seria o 6º em toda a história. O último conquistado contou com Rivaldo, quem o elogiou, como um dos melhores atletas da competição.