O Barcelona anunciou na tarde desta quinta-feira (12), que chegou a um acordo para a transferência em definitivo de Phillippe Coutinho ao Aston Villa. O clube espanhol receberá 20 milhões de Euros (R$106,9 milhões na cotação atual) pela negociação. Os culés ainda terão direito a 50% do valor de uma venda futura do jogador. 

Com a transação confirmada, o meia-atacante brasileiro tornou-se um dos piores negócios da história do Barça. Ele foi contratado por 160 milhões de Euros junto ao Liverpool em 2018  (R$ 855,36 milhões na cotação atual). Desta forma, o Clube se desfaz do atleta com um déficit de 140 milhões de Euros (R$ 748,44 milhões).

Coutinho chegou ao Barcelona com grande expectativa, após passagem de destaque pelo Liverpool. Mas, nunca conseguiu se firmar e acabou virando uma decepção no Camp Nou. Em quatro temporadas na Catalunha, foi a campo em 106 oportunidades e fez apenas 26 gols. Na temporada 2019/20, chegou a ser emprestado ao Bayern. Por lá, somou 11 gols em 38 jogos. 

Depois de tentar novamente encontrar o seu espaço no time catalão, foi emprestado no ano passado ao Aston Villa. Com o ex-companheiro de Liverpool, Gerrard, como treinador, conseguiu engrenar uma boa sequência de jogos, marcando gols e fazendo boas atuações. Também em 2021, voltou à Seleção Brasileira e correspondeu à lembrança de Tite, indo às redes e caçando uma vaga na equipe que vai à Copa do Mundo do Catar em novembro. Ele assinou contrato com o Aston Villa até 2026.