Guilherme Arana quer deixar a Atalanta na próxima janela

Futebol: Mais notícias

Futebol Futebol Internacional

Sem ser aproveitado na Atalanta, Guilherme Arana quer sair na próxima janela de transferência

 Jogador do Sevilla até 2022, o lateral-esquerdo está emprestado ao time italiano e não vem sendo aproveitado; Arana quer ir para outro time da Europa

Bolavip

Guilherme Arana quer deixar a Atalanta na próxima janela

Guilherme Arana quer deixar a Atalanta na próxima janela

A vida de Guilherme Arana na Europa não vem sendo fácil. O lateral-esquerdo foi comprado pelo Sevilla, da Espanha, junto ao Corinthians, em 2018. Na terra do toureiro, o brasileiro pouco foi aproveitado, fez 25 partidas e marcou dois gols. Fora dos planos do técnico Julen Lopetegui, Arana foi emprestado ao Atalanta, da Itália, em agosto deste ano e até o momento foram apenas quatro jogos pelo time de Bérgamo, nenhum como titular.

O que dificulta ainda mais a situação do brasileiro de 22 anos é que o titular do time é o alemão Robin Gosens, um dos destaques da equipe na temporada. Assim, a chance de uma vaga nos onze iniciais são quase nulas. O jogador revelado no "terrão" do Corinthians não esconde a insatisfação e em entrevista para a Gazzetta Dello Sport, falou sobre as poucas oportunidades.

"Eu me sinto desconfortável, o clube e o técnico não me deram chance de provar meu valor. Eu irei falar com meus empresários e vou analisar as ofertas. Farei a mesma com a minha família. Desta vez, nós não podemos errar", disse o jogador ao jornal italiano. É previsto que o atleta seja negociado com outro clube europeu, ainda que times brasileiros tenha interesse em seu futebol.

O Corinthians, clube que o revelou para o futebol, demonstrou interesse no lateral no início do ano, mas o Sevilla não aceitou a proposta feita pelo Timão. A equipe de Itaquera permanece na saga de encontrar um lateral-esquerdo. O alvo principal segue sendo Sidcley, que pertence ao Dínamo de Kiev, da Ucrânia, mas o "namoro" com Arana surge sempre que o jogador está "livre".

Temas:

Leia também




Comentários

Cadastre-se

Você pode receber as últimas notícias na sua caixa de E-mail.