Foto: Flamengo/Divulgação

Futebol: Mais notícias

Futebol Flamengo

Patrocinador deixa clubes cariocas 'na mão' e irrita o Flamengo; diretoria estuda ir à Justiça para cobrar multa milionária

Mesmo em meio à pausa no futebol pela pandemia do novo coronavírus, o Flamengo perdeu um patrocinador. O clube deverá ir à Justiça para cobrar uma multa

Bolavip

Foto: Flamengo/Divulgação

Foto: Flamengo/Divulgação

O futebol brasileiro e mundial está oficialmente paralisado em praticamente todos países por conta da pandemia do novo coronavírus. A bola deixou de rolar nos grandes centros do planeta e preocupa os clubes, que projetam prejuízo financeiro por não poderem entrar em campo. Em meio a este cenário, os clubes cariocas foram pegos de supresa pela ação de um patrocinador.

A empresa Azeite Royal, na última semana, tomou a iniciativa de romper de forma unilateral os contratos com os quatro grandes times do Rio de Janeiro - também tinha vínculo com Vasco, Fluminense e Botafogo. Além disso, um acordo da marca com o Maracanã também teve seu vínculo finalizado.

Azeite Royal: marca tinha espaço no calção (Foto: Alexandre Vidal/Flamengo/Divulgação)

"Tomamos a decisão de rescindir com todos os clubes e também com o Maracanã até por tudo que estamos passando. Fizemos uma reunião de conselho e com o marketing. Os campeonatos estão parados e não temos porque manter esse investimento. Vamos focar nesta crise mundial com os supermercados, que são os que precisam desse tipo de ação. No momento, a prioridade é outra. A crise é para todos. Depois, sentamos e conversamos para um novo contrato", explicou Eduardo Giraldes, empresário, dono do Azeite Royal.

Apesar da alegação da empresa, o Flamengo, de acordo com publicação do site UOL Esporteentende que a paralisação nos jogos por uma força maior, que é evitar o risco de contágio do vírus, não é motivo suficiente para rescindir o contrato. A Azeite Royal estampava o calção do Rubro-Negro, em um vínculo de R$ 3 milhões por temporada.

Para não sair 'de mãos abanando', a diretoria estuda ingressar na Justiça com uma ação contra a empresa. O Flamengo poderá cobrar uma multa penal no valor de R$ 1,2 milhão da Azeite Royal. O patrocínio começou a aparecer no uniforme em setembro de 2019 e foi renovado no início deste ano.

Temas:

Leia também




Comentários

Calendario Partidos

Cadastre-se

Você pode receber as últimas notícias na sua caixa de E-mail.