Na tarde desta segunda-feira (17), em participação no “Flow Sport Club”, Cristian falou sobre sua carreira e entrou na resenha. O volante, que teve passagens por Corinthians e Flamengo, revelou que era atleticano em sua infância. Ele também admitiu que frequentou o Mineirão em várias ocasiões, sendo um “torcedor corneteiro” e que sempre xingava durante o jogo.

“Já fui torcedor, quando era molequinho era da pá virada também. Eu sou mineiro, né? Eu sou Galo! E eu já fui muito no Mineirão, de torcer, de xingar também. Mas nessa época era diferente de hoje. Não tinha internet, Facebook, Instagram, Twitter, nada. Ou vai (ao estádio), ou não vai”, disse o ex-jogador. Vale lembrar que Cristian tem uma ótima relação com Ronaldo.

O “Fenômeno”, nas últimas semanas, virou assunto em Belo Horizonte após comprar o Cruzeiro. Ele tem feito altos investimentos no rival e pretende colocá-lo novamente na Série A. Cristian, além de peregrinar pelo futebol brasileiro, também jogou no Fenerbahçe, da Turquia, onde ficou de 2010 até 2014. Também atuou em Paulista de Jundiaí, Athletico-PR, Grêmio e muitos outros.

O Atlético, enquanto isso, prepara novas mudanças em 2022. Após perder Cuca, o Galo fechou rapidamente com Antonio Mohamed, o “El Turco”. O comandante desembarcou ontem (16) em BH e conversou rapidamente com alguns veículos de imprensa. Com ele, também chegam: Gustavo Lema (Assistente Técnico), Carlos Kenny (Preparador Físico) e Julio Hezze (Assistente Técnico).

“Estou muito feliz por estar aqui e ter a oportunidade de dirigir um grande da América. Saudações a toda a Massa atleticana. Venho prometendo muito trabalho, com muita expectativa por dar sequência ao trabalho com títulos, que Cuca conseguiu em 2021. Estou muito feliz de estar aqui. Trabalhar a partir de amanhã. Trabalhar”, explicou Mohamed.