arrow_drop_down
search
Arão fala sobre volta por cima no Flamengo

Futebol Flamengo

Em melhor momento da carreira, Willian Arão fala sobre volta por cima no Flamengo e dicas do Mister

O volante Willian Arão já teve seus pontos baixos pelo Flamengo e agora vive sua melhor fase na carreira. O jogador falou sobre isso e sobre ser inspiração para seus dois filhos

Bolavip

Arão fala sobre volta por cima no Flamengo

Arão fala sobre volta por cima no Flamengo

O Flamengo, como um todo, vive uma fase excelente; o campeão de (quase) tudo chama atenção pelo entrosamento do elenco e como se sobressaem dois demais times justamente por serem alinhados a todo momento. Porém, um jogador em específico enxerga esse momento do Mengão com outros olhos: Willian Arão. O volante, que já foi alvo de tantas críticas, hoje, vive na melhor fase da sua carreira. O jogador comentou ao O Globo o momento que vive e sobre ser uma inspiração para seus filhos (Natan e Isabel).

"Guardo camisa, chuteira e caneleira. Quero mostrar para os meus filhos o que o pai conseguiu e ser uma inspiração. Eles vão ver as notícias, vão ver que as pessoas não acreditavam tanto em mim, me criticavam. Mas que pude jogar e ser campeão com o Flamengo. Tento não pensar tanto no futuro, mas às vezes não tem como não imaginar.", comentou Arão

Pelo Corinthians, em 2012, foi campeão da Libertadores. Estava no elenco de Tite, mas viu do camarote do Pacaembu seus companheiros conquistarem a América. Apesar de ter o título no currículo, o volante queria viver aquele momento dentro de campo, ajudando de alguma forma e não só assistindo. O mesmo para o Mundial de Clubes.

"Naquela ocasião (em 2012), não estava atuando e não pude ajudar tanto. Queria estar jogando. Graças a Deus pude conquistar isso. Não foi uma promessa, não sou de ficar fazendo promessa, mas foi uma coisa interna, um desejo, um sonho de um dia poder estar ajudando e conquistar a Libertadores. Eu estive lá também (no Mundial) e não atuei. Desta vez espero que seja diferente. Espero estar jogando.", finalizou o camisa 5.

É notória a mudança de postura do atleta após a chegada de Jorge Jesus, que confiou em seu potencial e o "moldou" para que se tornasse um dos seus homens de confiança. As dicas do Mister ativaram o que há de melhor no jogador de 27 anos. "Quando chegou, ele me falou que eu tocava muito de primeira e, às vezes, falhava por isso. Ele me pedia para dar mais de um toque na bola, para ganhar confiança e não errar passes."

Temas:

Leia também


Comentários

Cadastre-se

Você pode receber as últimas notícias na sua caixa de E-mail.