O Flamengo está apenas um jogo de confirmar vaga na final da Copa Libertadores da América. Seria a terceira em dois anos, um feito inédito, já que o clube antes de 2019, só tinha chegado uma vez em toda a história e foi na época do Galinho Zico.

Renato Gaúcho ainda segue muito prestigiado no clube carioca, já que tem ótimo aproveitamento desde a sua chegada ao Ninho do Urubu e, mesmo oscilando no Brasileirão, o time vive grande fase nas duas competições de mata-mata (Liberta e Copa do Brasil). Para o jogo da próxima quarta-feira (29), o comandante terá força máxima.

Com Diego Ribas recuperado, a dúvida que ficou era quem seria o titular no meio de campo jogando ao lado de Willian Arão. O camisa 10 era quem estava atuando por ali, mas se contundiu e viu Andreas Pereira assumir o posto. Hoje, não resta dúvida: o jogador que pertence ao Manchester United desbancou o camisa 10, pelo menos, nesse princípio.

 

Andreas, que tem apenas 25 anos, chegou ao Flamengo já dizendo que gosta de atuar como segundo volante e Renato, volta e meia, fala que não gosta de improvisar, coloca os jogadores de acordo com as preferências colocadas durante bate-papo e treinamentos.
 

Diego, assim como aconteceu em algumas ocasiões, fica no banco. O capitão não vê nenhum problema quanto a isso e sempre prioriza o grupo. Foi assim com Ceni, Jesus e Abel Braga. O medalhão não se sente desprestigiado ese coloca à disposição para jogar sempre.