O Athletico ganhou um motivo para se preocupar nesta reta final de temporada. Campeão da Copa Sul-Americana e garantido na final da Copa do Brasil, o Furacão corre risco de ser rebaixado à Série B. Restando três rodadas para o término do Campeonato Brasileiro, a equipe ocupa a 16ª colocação, dois pontos acima do Bahia, que abre o Z-4 neste momento.

A indefinição afeta o planejamento para o próximo ano, mas decisões já vêm sendo tomadas. Após passar por empréstimo pelo Vasco, onde atuou apenas oito partidas, o zagueiro Walber voltou a ficar ligado ao Athletico, mas não permanecerá no clube. A comissão técnica não pretende utilizar o defensor, de 24 anos. 

Conforme a reportagem do portal Torcedores.com, o jogador não quer perder tempo e já negocia os próximos passos da carreira ao lado de seus representantes. O zagueiro tem propostas concretas para defender Mirassol e Novorizontino no Campeonato Paulista de 2022 e ainda avalia a melhor oferta. 

Outros clubes que demonstraram interesse foram Ferroviária e Ituano. Desde sua chegada ao Athletico, em maio de 2019, inicialmente para o time sub-23, o zagueiro, revelação do Botafogo-PB, já passou por quatro empréstimos. Com a camisa do time principal do Furacão ele disputou seis jogos, em 2020, durante o Estadual.

Antes de ser anunciado como novo reforço do Vasco, o defensor vestiu as cores de Figueirense, Guarani e Cuiabá. No time carioca foram apenas oito atuações, sendo duas como titular. O Athletico pagou cerca de R$ 300 mil para contratar o zagueiro, que tem multa rescisória de 1,5 milhão de euros (R$ 9,4 milhões)