Leven Siano dá patada em dirigente do Botafogo após polêmica por Yaya Touré

Futebol: Mais notícias

Futebol Vasco

Após reclamação de Montenegro por Yaya, Leven Siano dá patada em dirigente do Botafogo: "Inovação não é só tecnologia"

Candidato à presidência do Vasco "anunciou" marfinense nesta quinta-feira (21); reclamação do Botafogo virou motivo de chacota por parte dos vascaínos

Bolavip

Leven Siano dá patada em dirigente do Botafogo após polêmica por Yaya Touré

Leven Siano dá patada em dirigente do Botafogo após polêmica por Yaya Touré

O candidato à presidência do Vasco, Leven Siano, é um dos responsáveis por deixar os bastidores do clube como um dos mais agitados do Brasil. Ainda sem ser eleito, o presidenciável animou a torcida vascaína ao afirmar que teria acordos avançados com grandes nomes do futebol mundial.

Um dos jogadores que estaria disposto a vir para o Gigante da Colina caso Leven seja escolhido para assumir a cadeira de presidente do Vasco, é o marfinense Yaya Touré. Nesta quinta-feira (21), o candidato divulgou um vídeo onde o jogador diz não ver a hora de encontrar os torcedores do time carioca e citando o slogan e nome da chapa do possível mandatário: "Vai dar Vasco".

Porém, a divulgação do vídeo não agradou em nada o pessoal do Botafogo, que era um dos times que negociava com com o volante ex-Manchester City. Inclusive, Carlos Augusto Montenegro, membro do Comitê Executivo de Futebol do Alvinegro, se disse surpreso e afirma que ninguém sabe de nada sobre o acerto do jogador com o Vasco e que os empresários de Yaya vão conversar com o jogador para ter um esclarecimento.

 

O dirigente botafoguense ainda ironizou, dizendo que Leven "não é nada" do Cruz-Maltino. Em suas redes sociais, Leven não deixou barato, rebateu Montenegro e explicou como fez para "contratar" Yaya Touré para o Vasco mesmo sem ter um cargo no clube.

 

"Inovação não é só tecnologia, é questão jurídica também. Nós fizemos um contrato que é uma estipulação de favor de terceiros. Se alguém tiver dúvidas é só grandes canais mandar seus correspondentes marcar entrevista", detalhou Siano.

Temas:

Leia também




Comentários

Cadastre-se

Você pode receber as últimas notícias na sua caixa de E-mail.