Finalmente a Seleção Brasileira vai reencontrar com a sua torcida após 695 dias sem ouvir o grito do público canarinho nas arquibancadas. O Brasil encara o Uruguai nesta quinta-feira, 14, às 21h30, horário de Brasília, na Arena da Amazônia, em duelo válido pela 12ª rodada das Eliminatórias para a Copa do Mundo no Catar.

O duelo de hoje, 14, marca o reencontro entre seleção e torcedor que não assiste de perto a Seleção Brasileira desde novembro de 2019, quando o Brasil venceu a Coreia do Sul por 3 x 0 em um jogo amistoso disputado em Abu Dhabi.

Solo brasileiro, o torcedor não lota a arquibancada em partidas da seleção desde 7 de julho de 2019, em duelo válido pela final da Copa América diante do Peru, no Maracanã, ou seja, são 829 dias de saudade. E a equipe de Tite pode sentir o carinho e a alegria do torcedor em Manaus, que recepcionou o elenco no hotel e ainda esteve presente durante os treinamentos.

O torcedor manauara se empolgou tanto com a presença da seleção que alguns torcedores invadiram o estádio Ismael Benigno e acabaram por fazer um registro bem íntimo do craque do Flamengo e da Seleção Brasileira, Gabigol. Após pular o muro do CT ao fim do treinamento dos atletas, os torcedores gravaram o jogador tomando banho.

O Brasil é líder isolado da competição com 28 pontos em 10 jogos, é um desempenho surpreendente de nove vitórias e apenas um empate. E de acordo com dados do site especializado em estatística, Chance de Gol, a equipe de Tite tem 72,9% chances de vencer, contra 5,4% de sofrer uma derrota para o Uruguai que é o quarto colocado da tabelo e somou 16 pontos.

A equipe canarinha precisa não apenas manter a invencibilidade, mas vencer para promover um reencontro digno para os 14 mil torcedores que estarão nas arquibancadas. Para essa missão Tite deve entrar em campo com: Ederson, Emerson, Thiago Silva, Lucas Veríssimo e Alex Sandro; Fabinho, Fred e Lucas Paquetá; Raphinha, Neymar e Gabriel Jesus.