Quando Neymar machucou o tornozelo esquerdo contra o Saint-Étienne, no dia 28 de novembro, as preocupações fizeram parte da rotina do craque brasileiro, que continua trabalhando para voltar aos gramados. O Paris Saint-Germain, inclusive, atualizou a situação nesta quarta-feira, com uma mudança de data para o retorno aos treinos.

Por conta da gravidade da lesão, Neymar teve o prazo alterado e precisará de mais tempo para voltar a jogar. Anteriormente, o clube previa que o brasileiro voltaria a fazer atividades com bola já na metade do mês de janeiro, mas a recuperação não foi rápida o suficiente para isso.

Agora, de acordo com o boletim médico, Neymar deve voltar a fazer atividades com bola só no final de janeiro ou no começo de fevereiro, a depender da sua progressão. Ele deve ficar fora de partidas do PSG e da seleção brasileira, que fará dois jogos ainda no começo de 2022. O retorno é previsto para daqui a quatro ou cinco semanas.

Ou seja, Neymar pode voltar a campo contra o Reims, no dia 23 de janeiro, ou contra o Lille, no dia 6 de fevereiro, em se tratando de um cenário mais otimista para a recuperação. O único lado positivo, para o PSG, é que Neymar deve estar de volta e 100% recuperado para enfrentar o Real Madrid nas oitavas de final da Champions League — o primeiro jogo está marcado para 15 de fevereiro.