Favorecimento na arbitragem

Após solicitar um estudo minucioso sobre possíveis erros de arbitragem no Campeonato Brasileiro, o Botafogo está se preparando para formalizar uma denúncia ao Ministério Público.

Thairo Arruda, CEO do Botafogo. Reprodução/podcast Flashscore Brasil
Thairo Arruda, CEO do Botafogo. Reprodução/podcast Flashscore Brasil
JUNINHO PERNAMBUCANO NO GRUPO NA EAGLE E AJUDANDO O BOTAFOGO? | DIEGO COSTA FORA E NASCIMENTO DENTRO

Segundo o GE, Thairo Arruda, CEO do clube, afirmou durante o evento de apresentação do Campeonato Carioca 2024 que a diretoria tomará medidas legais em relação aos supostos favorecimentos a outros clubes no país.

O estudo, encomendado por John Textor, contratou a empresa francesa Good Game!, que apontou que o Botafogo deveria ter 21 pontos a mais do que o Palmeiras na competição, considerando “resultados reais”.

Arruda destacou que, ao analisar o relatório das partidas, identificaram um desbalanceamento nos erros, sugerindo um possível viés a favor do Palmeiras.

Unindo as provas

Durante o evento, Arruda comentou sobre a contestação recorrente à arbitragem brasileira e questionou se essa contestação é igual para todos os clubes.

Diante das constatações, o Botafogo pretende acionar o Ministério Público em breve para formalizar uma denúncia e deixar as investigações sob responsabilidade do órgão público.

Acredita que a denúncia tem fundamentos?

Acredita que a denúncia tem fundamentos?

0 PESSOAS JÁ VOTARAM

Rubens Lopes, presidente da Ferj, buscou informações junto ao Botafogo sobre a Good Game! e os relatórios da empresa para o Campeonato Carioca do próximo ano.

O CEO do clube carioca elogiou a iniciativa da federação e destacou que a análise detalhada da empresa é um passo inicial para que o Ministério Público compreenda os problemas na arbitragem brasileira.

O que dizem os torcedores