Gigante da Colina se salvou

O Vasco venceu o Red Bull Bragantino por 2 a 1, na noite da última quarta-feira (6), em São Januário e conseguiu se livrar do rebaixamento, com o Santos caindo pela primeira vez em sua história.

 Foto: Thiago Ribeiro/AGIF – Ramón Díaz fez gesto curioso em entrevista de Bracks
© Thiago Ribeiro/AGIF Foto: Thiago Ribeiro/AGIF – Ramón Díaz fez gesto curioso em entrevista de Bracks

Um dia após a partida, o diretor executivo Paulo Bracks foi demitido pela 777 Partners e não faz mais parte da diretoria. No entanto, em coletiva ainda na quarta, Bracks disse que poderia ficar no Clube.

“Reitero que conto com a comissão para o ano que vem. Eu tenho contrato, estou aqui para servir ao Vasco e ao grupo e espero ficar no ano que vem“, disse Bracks, para Ramón Díaz trocar olhares ‘curiosos’ com membros da comissão técnica.

A reação do treinador não passou despercebida nas redes sociais, que logo comentaram o espanto de Ramón, que parecia já saber que Bracks não permaneceria no projeto de 2024.

777 se mexe nos bastidores

Sem Paulo Bracks e sem Abel Braga, dois nomes importantes na diretoria, a SAF agora procura substitutos. O nome mais cotado para o lugar do diretor é o de Alexandre Mattos, que atualmente toca o projeto do Athletico.

Com a permanência na Série A, o Vasco consegue um respiro nos cofres, já que permencerá com a receita garantida, além, é claro, das cotas de televisão propostas para a primeira divisão.

Bracks deveria ter sido demitido?

Bracks deveria ter sido demitido?

0 PESSOAS JÁ VOTARAM

“O olhar do Ramon Días diz tudo kkk Tchau Bracks era pra ter ido junto com o Luiz Mengo”, “FORA BRACKS! Vai tarde” e “Devem ter pedido a saida dele para o presidente, por isso acharam estranho a declaração”, foram algumas reações.

Vascaínos não perdoam