O zagueiro Jordan Torunarigha, da seleção alemã, foi alvo de ofensas racistas durante o amistoso deste sábado contra a seleção de Honduras. Após comunicar o árbitro da partida, a Alemanha abandonou a partida. A partida em Wakayama, no Japão, foi interrompida faltando cinco minutos para o fim, com o placar em 1 a 1.

 

Esse foi o último compromisso da Alemanha antes da estreia oficial nos Jogos Olímpicos. O confronto foi disputado em estádio com portões fechados, com três tempos de 30 minutos. Vale lembrar que a Alemanha encara o Brasil às vesperas da aberutra no próximo dia 22, quinta-feira, contra a Alemanha, às 5h30.

Torunarigha teria sido ofendido por um jogador adversário. A federação hondurenha negou as acusações e disse que houve um "mal-entendido em campo". "Jogo finalizado aos 87 minutos por abandono, porque um jogador alemão alegou um suposto insulto racista por parte de um atleta hondurenho. A federação expressa sobre o tema que a situação passa por um mal entendido no campo."

Por fim, o técnico da seleção alemã, "se um dos nossos jogadores é insultado de forma racista, não é uma opção para nós continuar jogando". Vale lembrar que o jogador de Hertha Berlin já havia passado por um episódio semelhante em fevereiro do ano passado, durante a partida contra o Schalke 04 pela Copa da Alemanha.