arrow_drop_down
search
Cano segue em alta pelo Vasco em 2021 - Foto: Thiago Ribeiro/AGIF.

Futebol Corinthians

Sondado pelo Corinthians, Germán Cano atualiza possível saída do Vasco: "Sempre tive aquele desejo"

Considerado um dos atacantes mais qualificados atuando em território brasileiro, o argentino abriu o jogo sobre seu futuro, tendo contrato até o final de 2021

Bolavip

Cano segue em alta pelo Vasco em 2021 - Foto: Thiago Ribeiro/AGIF.

Cano segue em alta pelo Vasco em 2021 - Foto: Thiago Ribeiro/AGIF.

É claro e evidente que o elenco do Corinthians vem se mostrando ser até certo ponto bem limitado, sem nomes de peso e com medalhões vivendo seus piores momentos na carreira. O uso da base se fez necessário, já que vários jogadores deixaram o clube recentemente.

 

 

A intenção da diretoria é se livrar de altos salários, que pouco a pouco iam prejudicando ainda mais a parte financeira, completamente afetada pela pandemia e que piora mais a cada dia que passa. Com nomes oriundos do Parque São Jorge, o foco era formar um time mais jovem, que pudesse trazer resultados, algo que não se viu até esse momento na temporada.

 

 

Dessa forma, algumas posições se mostram ainda mais carentes do que as outras, como por exemplo o ataque, que segue sem um camisa 9 que encha os olhos da Fiel. Usando a 77, Jô aparenta estar fora de forma e é constantemente criticado pelos torcedores. Além do medalhão, Cauê e Varanda foram testados na posição, mas não convenceram.

 

Artilheiro classificou o Vasco na Copa do Brasil - Foto: Thiago Ribeiro/AGIF.
Artilheiro classificou o Vasco na Copa do Brasil - Foto: Thiago Ribeiro/AGIF.

 

Atualmente, Luan vem jogando como "falso 9" na posição, mas não vem tendo êxito. Em 4 jogos com Sylvinho no comando, a equipe fez apenas 1 gol, de pênalti, com Fabio Santos. Dessa forma, a contratação de um reforço seria tratada como primordial, mesmo que as expectativas sejam baixas em 2021.

 

 

De vários nomes citados, Germán Cano, do Vasco, que recebe cerca de R$ 200 mil reais por mês, seria um dos preferidos. Com contrato apenas até o final desta temporada, o argentino abriu o jogo sobre o que espera de seu futuro, expondo um desejo.

“Com a família, as coisas ficam um pouco mais difíceis, mas sempre tive aquele desejo de poder voltar ao Lanús e mostrar o que sou como jogador. Infelizmente, não foi possível. Mas você nunca sabe as voltas da vida. Lanús sempre será minha casa. Foi aí que comecei minha carreira e fui educado desde muito jovem”, completou, em entrevista à Tyc.

Temas:

Leia também


Cadastre-se

Você pode receber as últimas notícias na sua caixa de E-mail.