Gerson faz sua despedida do Flamengo nesta noite (23), contra o Fortaleza. Desde 2019 no Mais Querido do Brasil, o meio-campista agora vai retornar ao futebol europeu para jogar no Olympique de Marseille, da França. O jogador chegou como uma aposta e sai do Rubro-Negro considerado um dos grandes ídolos da história recente do clube carioca.

Uma curiosidade sobre o futuro do atleta é que ele poderia ter sido contratado pelo Benfica, de Jorge Jesus. Os Encarnados ficaram de olho no craque desde o ano passado, chegaram a consultar os representantes do meia, mas a má fase da equipe na última temporada e com o Mister muito criticado pela torcida, fizeram o presidente do time português, Luís Filipe Vieira, ‘fechar a torneira’ para grandes investimentos.

Assim, ‘JJ’ não conseguiu convencer o mandatário de que valeria a pena tentar de forma contundente a contratação de Gerson. Foi nesse período que Sampaoli chegou ao Olympique de Marseille e bateu o pé que queria o camisa 8 do Flamengo de todo o jeito. O treinador argentino acabou conseguindo depois de uma grande novela.

O Fla já observa o mercado em busca de uma reposição. Dois nomes são cogitados nesse momento: Renato Augusto, que está no futebol chinês, e Thiago Mendes, ex-São Paulo e atualmente no Lyon. São duas negociações tidas como difíceis e ainda não há, por ora, conversas adiantadas com nenhum dos dois jogadores.

Rogério Ceni anda um pouco preocupado com essa situação e gostaria de ter mais opções no elenco. O comandante conversa quase diariamente com o vice-presidente de futebol do Fla, Marcos Braz, e aguarda novas contratações ainda nesse semestre.