Após a derrota para o Jacuipense por 2 a 0 em pleno Arruda no último domingo (19), o Santa Cruz perdeu mais um atleta em seu elenco. O volante Rodrigo Yuri não faz mais parte do elenco do Tricolor para o restante da Série D. O jogador de 28 anos alegou problemas pessoais e pediu seu desligamento do Clube. Com essa decisão, a diretoria acatou o pedido do atleta e trabalha para a rescisão contratual. 

 

Rodrigo chegou no início do ano como um dos reforços para a equipe até então treinada pelo técnico Leston Júnior. Foram 18 partidas pelo Tricolor com um gol marcado e outras quatro assistências, todas elas no Campeonato Pernambucano. Na Série D, ele começou como titular, mas perdeu espaço com a chegada de Marcelo Martelotte, iniciando do banco de reservas nos dois últimos jogos em que esteve. Contra o Jacuipense, ele sequer foi relacionado. 

Natural do Rio de Janeiro, Rodrigo Yuri passou boa parte da carreira no futebol do seu estado, vestindo camisas como a do Audax Rio, Cabofriense, Bangu, Tigres do Brasil, Nova Iguaçu e Portuguesa-RJ. Antes de chegar ao Santa Cruz, o atleta defendeu as cores do Madureira no primeiro semestre de 2021 e da Ferroviária no segundo, quando disputou a Série D. 

Com a saída do atleta, o técnico Marcelo Martelotte tem Gilberto Júnior e Daniel Pereira como opções para a função de primeiro volante na equipe tricolor. Além deles, Elyeser é um nome que vem sendo utilizado na equipe durante a quarta divisão, enquanto João Erick não vem sendo opção do Santa Cruz desde o início da Série D deste ano. 

Após a derrota para a Jacuipense, o Santa caiu para a quinta posição do Grupo D com 12 pontos ganhos, um a menos em relação à Juazeirense, equipe que completa o G-4 da competição. O Tricolor ainda tem mais quatro partidas até o fim da primeira fase em busca de uma vaga no mata-mata do torneio. O próximo desafio é fora de casa, diante do Atlético-BA, em Alagoinhas.