O Santa Cruz venceu o Sergipe no último domingo (5) pela Série D. Com um placar magro de 1 a 0, os pernambucanos conseguiram bater o adversário no segundo confronto entre as equipes na competição. A partida anterior entre os clubes ficou marcada pelas notas de repúdio de ambas as instituições. Desta vez, com o foco apenas no esporte, voltou a brilhar uma estrela no time tricolor.

Agora, o Santinha está na terceira colocação do grupo D, com 11 pontos. Nos oito jogos disputados, o time de Recife venceu três, empatou dois e perdeu três. Na atual posição, o Clube avançaria para a próxima fase da competição, que beneficia os quatro melhores de cada grupo. Se a fase vai bem, muito se deve a um atacante que está conquistando a torcida do Cobra Coral.

 

O ‘nome’ do Santa Cruz nas duas últimas rodadas é Hugo Cabral. Com dois gols em dois jogos, o atacante vem se tornando o Xodô da torcida. Eleito como o melhor jogador na última rodada, o atleta decidiu e levou os três pontos para casa. A equipe adversária, o Sergipe, não vai ter boas lembranças do avançado. Cabral provocou a torcida sergipana quando jogou fora de casa, após empatar a partida. Na época, foi justamente essa ação que provocou protestos da torcida e ação policial.

Hugo Cabral não tem do que reclamar, ele vem vivendo uma ótima fase no Clube. O jogador vem declarando amor ao Santinha e diz o quanto a receptividade por parte da comissão o incentiva a jogar bem. Para ele, se sentir confortável no ambiente de trabalho, é essencial para continuar entregando o esforço dentro do campo.

“Fui abraçado pela comissão técnica, pelo clube, funcionários… me sinto bem. Em casa. Torcida abraçando e dando moral. Então é bom. Deixa o cara mais feliz, mais solto, e dentro de campo as coisas fluem naturalmente. Principalmente eu, que jogo na frente. É importante estar em um lugar onde a gente se sente bem. Estou me sentindo em casa e isso ajuda cada vez mais dentro de campo”, analisa o atacante.