O Atlético conquistou mais uma vitória contra o Bahia, no Mineirão, e largou na frente pela disputa de uma vaga nas quartas de final da Copa do Brasil. O mês de julho se encerra de maneira invicta e, somente nestas últimas, foram sete triunfos e dois empates em nove jogos, com o time classificado na Libertadores e no G6 do Brasileirão.

“Os números são frios. Se você for ver, uma defesa que em nove jogos toma três gols, não pode achar que é ruim. Se você faz 15 gols, não pode achar ruim. Ter 64% de posse de bola, não pode ser ruim. 'Ah, mas o Atlético tem time pra mais'. Eu acho que o Atlético tem time para fazer o que está fazendo, e está ótimo”, opinou Cuca.

É claro que, assim como em outros times, especulações serão comentadas e ganharão força. O Atlético lidera a lista das equipes que mais gastaram e, não suficiente, ainda busca novos reforços. No mês passado, conforme apurado pelo ‘Torcedores.com’, o meia Gabriel Appelt, do Benfica, foi oferecido ao Galo, mas não empolgou.

O motivo teria sido o alto valor recebido pelo jogador: “As conversas não foram à diante por questões econômicas. Afinal, o meio-campista ganha R$ 1,6 milhão por mês”, publicou o site. Acontece que no último jogo do Benfica, no amistoso contra o Lille, em Lisboa, Gabriel teve uma forte discussão com Jorge Jesus e acabou sendo afastado.

De acordo com o jornal ‘Record’, de Portugal, o jogador foi rebaixado e está treinando com a equipe de baixo. Gabriel é cria do Vasco e deixou o Brasil sem nunca ter atuado profissionalmente. Deco, ex-Fluminense, é quem cuida da empresa D20 Sports, que tem oferecido o meio-campista para outras equipes.