Neste domingo (19), o Internacional recebe o Fortaleza no estádio Beira-Rio a partir das 11h (horário de Brasília), buscando a "revanche" do primeiro turno no Campeonato Brasileiro. À época comandado por Miguel Ángel Ramírez, o Colorado levou 5 a 1 diante do adversário cearense na Arena Castelão. Hoje, com Diego Aguirre, a fase é outra. Moisés deve ser um dos 11 titulares que iniciam a partida.

 

Titular da lateral esquerda do Inter desde 2020, o jogador de 26 anos virou assunto nos últimos dias, já que seu contrato se encerra em dezembro no CT Parque Gigante. No início de 2020, o Inter comprou 15% de Moisés junto ao Bahia por R$ 3 milhões, que o emprestou por duas temporadas. Agora, os gaúchos têm até o final do ano para adquirir mais 15% do atleta. 

Há alguns dias, o colega Bruno Soares, da rádio Grenal, apurou que o Inter teinha interesse na aquisição em definitivo de Moisés e "conversas já estavam ocorrendo nos bastidores". Marcelo Salzano, outro influente jornalista que cobre os dois gigantes do RS, informou, neste sábado (18), que o Colorado teria recuado. "Estão avaliando ainda a situação do lateral", disse em vídeo no seu canal no Youtube

Para permanecer com o lateral-esquerdo, o Internacional precisa adquirir mais 15% dos seus direitos econômicos junto ao Bahia - o preço é o mesmo de 2020: R$ 3 milhões. Se os gaúchos não exercerem a compra, o contrato de Moisés será renovado automaticamente com o Bahia por mais uma temporada. 

Curiosamente Moisés não é unanimidade no Rio Grande do Sul, tanto que parte da torcida colorada pelo o jovem Paulo Victor, recém-chegado do Botafogo, como titular. Se contribui muito com o vigor físico e as assistências no setor ofensivo, o ala peca muito na recomposição defensiva - desde a era Eduardo Coudet.

Na atual temporada, Moisés disputou 28 jogos com a camisa colorada e deu cinco assistências aos companheiros. O camisa 20 não enfrentará o mesmo Bahia na próxima rodada do Brasileirão por questões contratuais - PV ganhará chance no próximo final de semana.