Após a goleada sofrida no jogo de ontem, quarta-feira (28) contra o Fluminense por 4 a 0, o comandante do Juventude, Umberto Louzer deu entrevista na coletiva de imprensa repetindo o discurso das últimas rodadas. Com mais uma atuação ruim no campeonato, o time chega a nove partidas sem vencer e vem caminhando a passos largos para mais um rebaixamento.

 

 

Segundo Louzer, o fator emocional vem sendo o principal motivo que dificulta o desempenho da equipe esse ano. Além disso, rebateu alguns questionamentos sobre uma possível saída antes do fim do Brasileirão e destacou que o time mesmo sofrendo quatro gols conseguiu oferecer alguma dificuldade e atacar o adversário.

 

 

"Sabíamos a dificuldade que teríamos aqui ao enfrentar o Fluminense. Infelizmente, no encaixe de área e na qualidade do adversário sofremos um gol que a bola acabou desviando. O fator emocional acaba atrapalhando muito e tirando a confiança. Enquanto eu estiver aqui, vou procurar sempre dar o meu melhor para que eu possa estar representando bem essa instituição. Vou continuar trabalhando, tentando passar conteúdo para esses atletas", afirmou Umberto.

 

 

A próxima partida do Juventude será contra o Athletico-PR, fora de casa, na Arena da Baixada, no dia 1º de outubro, às 19h, horário de Brasília, em jogo válido pela 29ª rodada do Campeonato Brasileiro. Atualmente o Clube está na última colocação com 19 pontos ganhos e apenas 3 vitórias conquistadas na competição.