Nesta sexta (13), o Operário Ferroviário encerrou a preparação para a próxima rodada da Série B do Brasileiro. Na 9ª colocação do campeonato com oito pontos conquistados em seis jogos, o Fantasma espera se aproximar ainda mais da zona de acesso à Série A. Para isso, Claudinei Oliveira deve promover algumas alterações na equipe. E quem corre por fora na briga pela titularidade é Silvinho, que se recuperou de uma lesão.

Em coletiva, o atacante se colocou à disposição do técnico do Operário, além de mostrar respeito à hierarquia: “Estou 100% já, não sinto mais a lesão. Fiz o Campeonato Paulista, joguei todos os jogos, estou bem com ritmo de jogo. Ficar duas semanas parado pesa um pouco, mas me sinto bem. Claro, quero jogar, mas isso não depende só de mim, depende do professor. É um cara íntegro no que faz, o que ele decidir está decidido. Ele tem boas peças”, declarou Silvinho.

Por estar voltando de lesão, a tendência é que Silvinho seja preterido na briga com Thomaz por uma vaga no ataque do Fantasma. Devido ao desgaste físico, alguns titulares podem ser poupados diante do CSA, como no caso de Thales, que tem possibilidade de ir para o banco de reservas para a entrada de Alemão. A tendência é que o restante da formação inicial do Operário na vitória sobre o Criciúma por 2 a 0, no Germano Krüger, seja mantida.

Segundo o GE, a provável escalação de Claudinei Oliveira é: Vanderlei, Arnaldo, Thales (Alemão), Reniê e Fabiano; André Lima, Ricardinho, Marcelo e Reina; Thomaz (Silvinho) e Paulo Sérgio. Vale lembrar que o zagueiro Rafael Bonfim e o meia Leandrinho estão na fase de transição, enquanto o atacante Jean Carlo e o meia Fernando Neto seguem lesionados. O Fantasma enfrenta o CSA neste sábado (14), às 20h30, fora de casa, pela 7ª rodada da Série B.