Relação ruim entre jogador e treinador 

Em seus momentos finais vestindo a camisa do Flamengo, Rodrigo Caio falou em entrevista ao GE sobre os problemas que viveu no período em que Jorge Sampaoli foi o treinador do Rubro-Negro.

Patrick, jogador do Internacional, disputa lance com Everton Ribeiro e Rodrigo Caio, jogadores do Flamengo, durante partida no estádio Beira-Rio pelo Campeonato Brasileiro – Foto: Pedro H. Tesch/AGIF
© Pedro H. Tesch/AGIFPatrick, jogador do Internacional, disputa lance com Everton Ribeiro e Rodrigo Caio, jogadores do Flamengo, durante partida no estádio Beira-Rio pelo Campeonato Brasileiro – Foto: Pedro H. Tesch/AGIF
A reta final do Campeonato Brasileiro é debatida no Podcast Bolavip Brasil

“Teve treinamento que eu sabia que independente do que eu fizesse, eu não ia jogar. Mas você fica na expectativa depois do preparador físico te elogiar, te mostrar”, afirmou o zagueiro do Flamengo. 

“Não vou dizer que foi fácil. Muitas vezes eu não queria estar lá e falo com os meus companheiros que era muito mais por eles, treinando por eles. Tudo o que eu vivi esse ano foi muito difícil”, declarou o jogador.

“Foram oito meses com o Sampaoli, alguém teve coragem de falar a verdade que eu estava bem? Que a minha oportunidade ia chegar? E teve a chance!”, exaltou Rodrigo Caio. 

Mesmo sem opções, ele não tinha espaço

O jogador ainda apontou momentos em que os problemas da relação ficaram ainda mais escancarados. Como exemplo, ele cita uma partida entre Flamengo e Cuiabá, em que mesmo sem opções, Sampaoli não utilizou o zagueiro.

“Lembro de um jogo contra o Cuiabá que eu achei que ia jogar […], e ele (Sampaoli) botou o David (Luiz, anteriormente lesionado) que tinha acabado de voltar a treinar. Acabamos perdendo por 3 a 0”, relembra. 

Rodrigo Caio vai fazer falta no elenco do Flamengo?

Rodrigo Caio vai fazer falta no elenco do Flamengo?

0 PESSOAS JÁ VOTARAM

“Você pensa: ‘Que bom que não jogou’. Mas eu penso sempre diferente. Por mais que não seja, eu tenho que ter a confiança em mim de que faria algo diferente. Faz parte”, concluiu Rodrigo Caio.

Os torcedores já estão com saudades do ídolo!