Flamengo recebe o Atlético Mineiro no Maracaña

Após uma temporada apresentando um futebol bem abaixo do esperado que resultou em perda de todos os títulos que disputou, o Flamengo ressurgiu com Tite e tenta ganhar os 3 jogos que faltam para terminar o ano com o título do Brasileirão.

Hulk conta com ajuda de rival paea entrar em campo contra o Flamengo. Foto: Gil Gomes/AGIF
© Gil Gomes/AGIFHulk conta com ajuda de rival paea entrar em campo contra o Flamengo. Foto: Gil Gomes/AGIF
Comentaristas analisam a rodada 35 do Brasileirão

Para isso, será necessário bater o Atlético Mineiro, no Maracanã, nesta quarta-feira (29) e torcer para o Palmeiras tropeçar diante do América Mineiro, no Allianz Parque. Além. Disso, claro, o Mengão vai precisar vencer os jogos seguintes para erguer o troféu pela nona vez em sua história.

E nos bastidores o duelo entre Flamengo e Atlético Mineiro já começou. E a equipe de Belo Horizonte teve uma ajuda inusitada de um outro candidato ao título do Brasileirão: o Palmeiras, que foi o responsável por fazer Hulk estar apto para enfrentar o Rubro-Negro no Maracanã.

Segundo o repórter Diogo Dantas, a movimentação do Palmeiras nos bastidores da CBF foi determinante para que para que o atacante Hulk só fosse julgado pelo STJD depois do Brasileiro, e pudesse atuar nesta quarta contra o Flamengo.

Palmeiras foi o responsável por Hulk poder jogar contra o Flamengo no Maracaña

Tudo começou quando o Palmeiras foi derrotado para o Atlético Mineiro por 2 a 0, no Allianz Parque e viu que tanto o time mineiro quanto o Flamengo estavam crescendo na tabela e posteriormente teriam um confronto decisivo na reta final do Brasileirão.

Com isso, Leila Pereira procurou a diretoria do Atlético Mineiro e articulou tudo um esquema para que Hulk estivesse apto a atuar no Maracanã. Segundo Diogo Dantas, a diretoria do Palmeiras usou seu prestígio dentro da CBF para conseguir fazer o jogador não ser julgado a tempo do duelo contra o Rubro-Negro.

O Flamengo será campeão do Brasileirão?

O Flamengo será campeão do Brasileirão?

0 PESSOAS JÁ VOTARAM

Por fim, o repórter crava que Hulk foi auxiliado a não dar mais entrevistas para que a situação não se agravasse. O camisa 7 atleticano corria o risco de pegar de três a 15 jogos de gancho pela expulsão no duelo com o América-MG, disputado em Uberlândia pela 32ª rodada, e empatado por 1 a 1. O julgamento agora só erre feito após o término do Brasileirão.

Nação se irrita com atitude do Palmeiras na CBF