Com a passagem confirmada às oitavas de final, a Seleção Brasileira conseguiu terminar invicta na primeira fase do Mundial de vôlei masculino. Após a vitória sobre o Catar na manhã desta terça-feira (30), o técnico Renan Dal Zotto comemorou o fato de não ceder sets aos asiáticos, além de conseguir o rodar elenco para dar ritmo aos reservas. 

"Foi fundamental para todos nós vencermos o jogo por 3x0. Não fizemos uma partida brilhante, mas sabíamos que não poderíamos perder nenhum set. Queríamos dar condição de jogo para a maioria dos nossos atletas, pois ficaremos uns quatro dias pelo menos sem jogar, aguardando para saber nosso adversário nas oitavas", comentou o treinador.

Um dos destaques contra o Catar, o ponteiro Lucarelli admitiu que houve problemas na partida desta terça, mas enxergou pontos positivos. "Entramos com muita seriedade neste jogo. Fizemos o que nos propomos, sacando forte, rodando os contra-ataques. A partir do segundo set tivemos mais dificuldades, e o adversário entrou mais no jogo, começou a passar melhor e defender mais. Sabemos que não podemos vacilar nos momentos decisivos. O mais importante é que saímos de quadra com mais uma vitória", afirmou. 

Além do Catar, o Brasil já havia vencido Japão e Cuba no grupo B. A partir de agora, o time de Renan aguarda a definição dos outros grupos para conhecer o seu adversário nas oitavas de final do Mundial. A Seleção, que chegou à decisão nas últimas cinco edições, busca o tetra na competição sediada na Eslovênia e na Polônia.