Apesar de viver altos e baixos na última temporada no Corinthians, Cássio é um dos principais goleiros que já passaram pelo Clube. Muito criticado há algum tempo, o jogador parece estar voltando a boa forma, já que já faz alguns jogos que vem salvando o Timão. 

Na partida contra o Deportivo Cali, na Colômbia, Cássio chegou  a um feito impressionante, 22 penalidades defendidas em jogos oficiais, mas somente a primeira em duelo válido pela Copa Libertadores

O feito na Libertadores garantiu o empate com o time colombiano, e fez com que o Corinthians ainda seguisse como o líder do Grupo E na competição sul-americana. Cássio é o jogador com mais jogos na história do Timão no torneio de mata-mata. 

Na liderança do grupo, o empate deixou o Corinthians bem na competição. Na próxima rodada enfrenta o Boca Juniors, na Argentina, mas fecha a fase de grupos jogando na Neo Química Arena, contra o Always Ready. 

Campeão da Libertadores de 2012, Cássio comentou sobre o lance do pênalti e a defesa realizada. "Geralmente, olhamos os pênaltis. Do Téo tinham muitos, cobranças dos dois lados. Tentei esperar o máximo possível para definir e fui feliz ao fazer a defesa."

E completou: "É muito difícil jogar na Colômbia, fizemos uma grande partida, tivemos momentos que poderíamos ganhar e outros que poderíamos perder, foi um jogo muito equilibrado, jogo de Libertadores, o De Amores também fez uma grande partida. Ficamos satisfeitos com o ponto." 

Com a defesa do pênalti, o camisa 12 do Corinthians foi eleito o homem do jogo na noite de quarta-feira. 

Confira a lista de defesas de pênalti de Cássio no Corinthians: 

1 - 0 x 0 São Paulo - (semifinal - Paulistão 2013) - Luis Fabiano

2 - 0 x 0 São Paulo - (Brasileirão 2013) - Rogério Ceni (tempo normal)

3 - 0 x 1 Flamengo - (Brasileirão 2014) - Eduardo da Silva (tempo normal)

4 - 1 x 0 São Paulo - (Paulistão 2015) - Rogério Ceni (tempo normal)

5 - 6 x 1 São Paulo - (Brasileirão 2015) - Alan Kardec (tempo normal)

6 - 0 x 1 Fluminense - (Brasileirão 2016) - Cícero (tempo normal)

7 - 0 x 0 São Paulo - (Torneio da Flórida 2017) - Araruna

8 - 1 x 1 Internacional - (segunda fase da Copa do Brasil 2017) - Ortiz

9 - 1 x 0 Grêmio (Brasileirão 2017) - Luan (tempo normal - veja no vídeo abaixo)

10 - 2 x 0 Ponte Preta (Brasileirão 2017) - Lucca (tempo normal)

11 - 1 x 0 São Paulo - (semifinal - Paulistão 2018) - Diego Souza

12 - 1 x 0 São Paulo - (semifinal - Paulistão 2018) - Liziero

13 - 1 x 0 Palmeiras - (final Paulistão 2018) - Dudu

14 - 1 x 0 Palmeiras - (final Paulistão 2018) - Lucas Lima

15 - 1 x 1 Racing - (primeira fase da Sul-Americana 2019) - Domínguez

16 - 1 x 1 Racing - (primeira fase da Sul-Americana 2019) - Solari

17 - 1 x 1 Ferroviária (quartas - Paulistão 2019) - Thiago Santos

18 - 1 x 4 Flamengo (Brasileirão 2019) - Bruno Henrique (tempo normal)

19 - 1 x 1 Palmeiras (Final Paulistão 2020)- Bruno Henrique

20 - 1 x 0 Mirassol (Paulistão 2021) - Fabrício

21 - 1X1 Guarani (Paulistão 2022, quartas) - Madison

22 - 0x0 Deportivo Cali (Libertadores 2022) - Téo Gutiérrez (tempo normal)

*Dados Globoesporte.com