O Santos se complicou bastante na Copa do Brasil e precisará de um milagre na Vila Belmiro no duelo da volta, no dia 13 de julho, para avançar às quartas de final do torneio mais democrático do país. O Peixe foi até a Neo Química Arena e perdeu por 4 a 0 para o Corinthians. O revés da equipe santista irritou o técnico Fabian Bustos que detonou a atuação do time e disparou contra os jogadores. 

"Uma vergonha. De verdade uma vergonha. Não sei com que cara olharei as pessoas do Santos. Uma vergonha pelo que fizemos e como nos comportamos em campo, sem competir", disse o treinador que, na sequência, se esquivou da culpa e jogou a responsabilidade em seus jogadores.

 

 
 
 


“Fora João Paulo e Marcos Leonardo, eu tinha que tirar todos. Não gosto de falar mal de jogador, mas todos deveriam sair se não fossem esses dois. E dos outros nove, o melhor foi Lucas Braga", disse o treinador, que continuou atacando os jogadores ao longo da entrevista coletiva. O comandante pontuou que em três gols houve falhas técnicas de seus atletas.

 

 

 

 

 

"Segundo gol é erro grosseiro de um jogador que não vou dizer. No terceiro deixamos cabecear. No quarto gol passam fácil pelo outro lado (não do Lucas Braga como lateral). Tenho vergonha de estar aqui, foi uma vergonha o jogo. Horrível". Pontuou o treinador, que para o próximo duelo no Brasileirão terá desfalques importantíssimos 

 

 

O Santos volta a campo já no próximo sábado (25), novamente na Neo Química Arena, para encarar o Corinthians, pela 14ª rodada do Brasileirão. O Alvinegro é o 8º colocado com 18 pontos. Neste clássico, Bustos não poderá contar com João Paulo e Vinícius Zanocello,  suspensos; Madson segue fora por estar entregue ao DM e Maicon é dúvida.