Para avaliar o trabalho que vem sendo realizado no Santos até agora, o treinador Fábio Carille citou o colega de profissão Guardiola, treinador do Manchester City, da Inglaterra. Em 14 jogos no comando do Peixe, Carille garantiu 4 vitórias, 5 derrotas e 5 empates, obtendo assim um aproveitamento de aproximadamente 40%.


Segundo o treineiro, quando recebeu proposta do Clube da Baixada, tratou de estudar a equipe, viu os gols feitos e tomados: "Quando Guardiola fala que time precisa de um ano para entender o técnico, e só trabalha com estrelas e com quem quer contratar, imagina chegar no meio de competição com ideias novas e muitos jogos? Fomos mais na conversa e no vídeo do que no trabalho. Temos um entendimento legal já.”

 

 

O comandante ainda afirmou ser impossível chegar em uma equipe e arrumar a 'casa' toda de uma vez, mas que para ele, muita coisa no Alvinegro melhorou desde sua chegada: “Em alguns jogos a parte ofensiva dá resposta positiva e tem dias que faltam. Temos que passar mais essa bola pelo meio para construir mais. Acontecendo isso, a possibilidade de finalizar mais aumenta.” 

 

 

 

 


Atualmente, o Santos tem 39 pontos somados e está na 11ª colocação na tabela, neste sábado (13), empatou com o Atlético-GO por 0 a 0, em Goiás. A próxima partida será na próxima quarta-feira, na Vila, às 19h, contra a Chapecoense. Para a equipe de Carille todo ponto conquistado é 'bem-vindo' para que a meta das 45 seja alcançada para por fim ficar livre de qualquer risco de rebaixamento.