Nem só dos torneios da WSOP, a chamada Copa do Mundo de Poker, vive os jogadores em Las Vegas. Durante a principal competição do esporte da mente, a “Sincity” respira o joguinho e existem muitas possibilidades de forra em outros cassinos. João Simão é a prova disso, o brasileiro foi até o Wynn onde realizou um acordo no heads-up do US$ 3.000 Pot Limit Omaha Championship e recebeu cerca de US$ 108 mil como premiação.

Simão é um dos expoentes do esquadrão verde e amarelo no poker. Ele possui um bracelete da WSOP conquistado de forma online no ano passado e na série presencial desse ano já ganhou mais de US$ 341 mil pelo quarto lugar no Monster Stack. Em março, também no Cassino Wynn, ele levou US$ 421 mil após acordo no mano a mano com o francês Joseph Sabe em Evento da Wynn Millions.

 

Dessa vez, o acordo financeiro foi com o veterano Michael Leiborin. Simão fez uma postagem no twitter onde elogiou muito a estrutura do Wynn. “Mais um acordo na melhor sala de poker do mundo. Obrigado Wynn Poker, sempre a melhor experiência. US$ 3K PLO Championship. Eu não queria o acordo, mas esse cavalheiro foi tão legal e feliz de ganhar que eu não poderia recusar. Poker não é apenas sobre dinheiro. Parabéns, Michael! Você é o campeão!”, escreveu.