O final de semana do GP da Rússia de Fórmula 1 está oficialmente aberto. Na manhã desta sexta-feira, os pilotos foram para a pista do Circuito de Sochi. E parece que, após saber que não será mais piloto da Mercedes, Valtteri Bottas resolveu colocar as garras de fora. O finlândes foi o melhor nas duas sessões de treinos, que teve a dobradinha de sua equipe.

Na sessão que aconteceu às 5h30, os pilotos conseguiram guiar seus carros com pista seca. Há previsão de chuva para o final de semana. Mas a outra previsão se concretizou. Com um carro mais apropriado para o circuito russo, a Mercedes mostrou que é favorita. Porém, o esperado era que o heptacampeão fosse o cara a liderar. Bottas - que será piloto da Alfa Romeo em 2022 - mostrou que estava "on fire".

Mas e o líder do campeonato de pilotos? O holandês Max Verstappen, da Red Bull, acabou ficando na terceira colocação. Já era esperado que o piloto - que tem uma punição de três posições a pagar por conta da batida com Hamilton em Monza - não conseguisse acompanhar o ritmo dos pilotos das Mercedes. Apesar disso, ficou apenas 0s016 atrás do segundo colocado.

Já na segunda vez em que voltaram a acelerar nesta sexta-feira, o finlândes foi, novamente, o mais rápido na pista, com seu companheiro de equipe completando a dobradinha do dia. A curiosidade ficou por conta do atual líder. Desta vez, ele fez apenas o sexto melhor tempo. O francês Pierre Gasly, da AlphaTauri foi quem fechou o Top-3.

Neste sábado, às 9h da manhã terá o treino classificatório. Já no domingo, também no mesmo horário, terá o início do GP da Rússia de Fórmula 1, no Circuito de Sochi. Max Verstappen é o líder do campeonato de pilotos com Hamilton em segundo. A Mercedes está na liderança entre as construtoras, logo atrás está a Red Bull.