arrow_drop_down
search
Os Jogos Olímpicos e as Paralimpíadas de Tóquio já tem nova data. - (Foto: GettyImages)

Notícias Jogos Olímpicos

COI anuncia novas datas para os Jogos Olímpicos de Tóquio

As Olimpíadas e Paralimpíadas têm data marcada após o adiamento em razão da pandemia do novo coronavírus

Bolavip

Os Jogos Olímpicos e as Paralimpíadas de Tóquio já tem nova data. - (Foto: GettyImages)

Os Jogos Olímpicos e as Paralimpíadas de Tóquio já tem nova data. - (Foto: GettyImages)

Os Jogos Olímpicos e as Paralimpíadas de Tóquio já tem nova data para acontecer. Nesta segunda-feira o Comitê Olímpico Internacional (COI), anunciou que a Olimpíada será realizada entre os dias 23 de julho e 8 de agosto, e os Jogos Paralímpicos ocorrerá entre os dias 24 de agosto e 5 de setembro de 2021.


A notícia foi anunciada logo de uma conferência entre as autoridades japonesas e o presidente do Comitê Olímpico Internacional (COI), Thomas Bach, nesta segunda-feira (30). A decisão confirma a promessa feita anteriormente de que o evento seria realizado até o verão de 2021.    

Thomas Bach, presidente do Comitê Olímpico Internacional (COI) - (Foto: GettyImages)

 

“É uma notícia fantástica podermos encontrar novas datas tão rapidamente para os Jogos de Tóquio 2020. As novas datas garantem segurança aos atletas, tranquilizam as partes interessadas e dá algo para o mundo inteiro esperar ansiosamente", comentou Andrew Parsons, presidente do Comitê Paralímpico Internacional (IPC) em nota publicada pelo COI.


Por conta da pandemia do novo coronavírus (Covid-19) que já matou mais de 30 mil pessoas no mundo inteiro, o COI decidiu na última terça-feira (24), pelo adiamento dos Jogos. A medida foi tomada para proteger a saúde de atletas, dirigentes e torcedores de acordo as recomendações da Organização Mundial da Saúde (OMS).

 

Para os Jogos Olímpicos de Tóquio, eram esperados ao menos 11.000 atletas olímpicos e 5.000 paraolímpicos. O evento movimenta um orçamento de cerca de 12,6 bilhões de dólares e envolve a participação de diversos ramos da economia. Com o adiamento para 2021, orçamento, contratos e venta de ingressos terão de ser revistos.

Temas:

Leia também


Cadastre-se

Você pode receber as últimas notícias na sua caixa de E-mail.