Danilo Avelar, do Corinthians, admitiu nesta quarta-feira (23) que usou um termo racista durante uma partida de CS:GO. Na noite da última terça-feira (22), o atleta utilizou o chat do jogo online para ofender outro usuário. O print rapidamente começou a circular nas redes sociais e o lateral se manifestou sobre o episódio no Instagram. 

Em comunicado oficial, o jogador corintiano escreveu que foi ofendido por um estrangeiro, mas assumiu o erro ao usar uma frase de conotação racista. O esportista ainda disse que se envergonha da atitude e que a sociedade deve abolir qualquer forma de racismo

 

 

 

 

 

 

 

 

"Todos sabem que eu jogo CS:GO e, em uma das partidas, fui ofendido por um jogador estrangeiro na minha condição de brasileiro. Perdi a cabeça, mas, infelizmente piorei a situação: cometi o grave erro de escrever a um adversário uma frase de conotação racista (...) Errei, falhei e me envergonho muito disso. Na nossa sociedade temos que abolir qualquer forma de racismo", lamentou. 

 

 

 

 

 

 

 

Revoltados, os torcedores do Timão pediram a rescisão do contrato do atleta de 32 anos e subiram #ForaAvelar no Twitter. A hashtag inclusive foi parar nos Trending Topics da rede social, com milhares de tweets. "Respeita nossa história de luta contra todo tipo de opressão, social e política. Queremos a sua saída já", publicou um adepto. 

"Não merece vestir a camisa do Corinthians, clube criado por operários, clube que foi criado para dar voz e representar a classe trabalhadora. Racismo não é um erro, racismo é crime", postou outro.