Em decorrência da pandemia e dos inúmeros problemas financeiros que foram aumentando dia após dia nos últimos anos, a diretoria do Corinthians decidiu iniciar uma mudança no elenco, causando a saída de vários jogadores, principalmente nesta temporada, visando diminuir a folha salarial e respirar em 2021.

 

 

Dessa forma, o volante Ramiro não joga mais pelo Timão. Emprestado ao Al-Wasl, dos Emirados Árabes Unidos, embarca nos próximos dias para o país da Península Arábica. O vínculo é válido por um ano com um valor de compra fixado, porém não revelado, e o clube do Oriente Médio pagará 100% dos salários do jogador.

 

 

Conforme publicou o "UOL Esporte", logo após o apito final do empate por 1 a 1 com o Fluminense, em São Januário, a notícia foi oficializada. O camisa 8 se junta a Danilo Avelar, Camacho e Otero que deixaram o clube recentemente, mas a lista ainda pode incluir o zagueiro Jemerson, que tem contrato com o Alvinegro apenas até a próxima quarta-feira (30).

 

 

Vale ressaltar que o vínculo vai até dezembro de 2022, mas caso o Al Wasl não fique com o atleta após o término do empréstimo, o volante ficará livre no mercado para assinar com qualquer outra equipe. Por outro lado, se a equipe dos Emirados Árabes optar por manter o jogador no elenco, terá que desembolsar um valor ao Alvinegro.

 

 

Desde que chegou ao Parque São Jorge, não conseguiu se firmar 100%, sendo constantemente criticado, mas disputou 106 partidas pelo Corinthians, fez seis gols e conquistou o Campeonato Paulista em sua temporada de estreia. O jogador já se despediu de seus companheiros de trabalho ainda no vestiário de São Januário e não retorna mais ao CT Joaquim Grava.