O São Paulo ainda é uma incógnita na temporada, principalmente depois de ter conquistado o Campeonato Paulista (título que não visto no Morumbi desde 2005). A partir daí, criou-se uma grande expectativa de que o Tricolor fosse se juntar a clubes como Flamengo, Palmeiras e Atlético-MG como um dos fortes concorrentes a dominar o cenário nacional.

No papel, o elenco comandado por Hernán Crespo ainda faz parte desse "patamar", mas o desempenho da equipe dentro de campo - principalmente no Campeonato Brasileiro - não é condizente. O São Paulo ocupa a 17ª colocação do Brasileirão e liga o sinal de alerta, tendo em vista que as demais equipes estão ampliando a vantagem e se consolidado no topo da tabela.

A última derrota são-paulina no Nacional foi o avassalador 5 a 1 para o Flamengo, no Maracanã, no último final de semana. Além do resultado negativo, a partida ficou marcada por algumas confusões e uma delas foi entre Reinaldo e Diego Ribas. Em entrevista à TNT Sports, o lateral do São Paulo explicou o motivo da 'treta' que, segundo ele, tomou as dores de Rodrigo Nestor.

"Nosso time tem muito garoto, jogadores como o Diego [Flamengo] querem sobressair fazendo coisas que não acho certo. Fui tomar as dores do Nestor. Falei pra não bater no moleque. Depois ele começou a falar um monte e o juiz veio me dar amarelo, não entendi", contou o defensor, que não esconde o incômodo pelos resultados ruins.

"Temos que voltar a ganhar no Brasileirão, seja de meio a zero, de um a zero. Botar o São Paulo no lugar que merece na competição, lá em cima. Sabemos que temos e vamos melhorar porque nossa equipe é muito qualificada", concluiu. O próximo jogo do São Paulo pelo Brasileirão é o clássico diante do Palmeiras, no sábado (31), às 19h, no Morumbi.