A temporada já está em andamento e a FIFA promove nesta semana mais uma edição do Mundial de Clubes. O Flamengo é o representante da América do Sul, e do Brasil no torneio, que já tem bola rolando nesta quarta-feira (1) agora. Al Ahly e Auckland City se enfrentam na primeira fase da competição que tem ainda o poderoso Real Madrid na disputa.

Getty Images/Lars Baron e Foto: Alexandre Vidal / Flamengo e Foto: Cesar Greco/Palmeiras - Brasileiros que perderam o Mundial
Getty Images/Lars Baron e Foto: Alexandre Vidal / Flamengo e Foto: Cesar Greco/Palmeiras - Brasileiros que perderam o Mundial

Para conseguir vencer o time de Vini Jr e Benzema, o Rubro-Negro precisa muito diferente de alguns outros brasileiros na história da competição. Ao todo, em 13 ocasiões que os times BRs foram ao torneio, acabaram voltando sem taça. Em situações bastante distintas, é importante o Flamengo estudar bem o que não fazer contra o Real Madrid.

 

Confira agora todas as vezes que brasileiros foram eliminados do Mundial de Clubes:

Cruzeiro 0 x 2 Bayern de Munique 1976

O primeiro brasileiro a perder um Mundial de Clubes foi o Cruzeiro, em um formato ainda bem diferente do atual. Em confrontos de ida e volta, a Raposa foi superada por 2 a 0 pelo Bayern de Munique, em partida realizada na Alemanha. Os feitos anotados por Kapellmann e Gerd Muller complicaram a vida do Cabuloso para o segundo duelo, no Mineirão. O time com Nelinho, Palhinha, Jairzinho, além de outros craques, não foi páreo para o zagueiro Beckenbauer, que segurou o 0 a 0 em BH e levou o título para a Bavária.

Ajax 0 (4) x (3) 0 Grêmio 1995

Depois de ser campeão do Mundo em 1983, com um jogo histórico de Renato contra o Hamburgo, o Imortal bateu na trave em 1995, no Japão. Apesar de ter travado um duelo bastante duro contra a constelação do Ajax, nos pênaltis, Dinho e Arce desperdiçaram a oportunidade de levar a taça novamente a Porto Alegre. Os gremistas confiavam muito em nomes como Jardel e Paulo Nunes, mas no final o título ficou com a equipe que tinha Van der Sar, os irmãos de Boer, Davids, Kluivert, Litmanen e outros.

Borussia Dortmund 2 x 0 Cruzeiro 1997

O Mundial virou o pesadelo de vez para a torcida celeste quando o Cruzeiro foi até Tóquio e perdeu mais uma vez. O vilão no segundo vice da equipe no torneio foi outro gigante alemão: o Borussia Dortmund. Com gols de Michael Zorc e Heiko Herrlich, o Cabuloso se despediu da última participação do Clube na competição antes chamada de Intercontinental. O que doeu ainda mais nos mineiros foi saber que um elenco repleto de craques, e altas chances de êxito, deixou a oportunidade escalar. Naquele time, se destacam nomes como Dida, Bebeto, Ricardinho e outros.

Vasco 1 x 2 Real Madrid 1998

Imagina seu time dominar um confronto contra um dos maiores clubes do mundo, porém, sair com a derrota no final. Foi esse sabor amargo que sentiram os vascaínos quando o Real Madrid bateu a equipe carioca em 1998, no Estádio Nacional de Tóquio. Apesar do bom desempenho do goleiro Carlos Germano, o volante Nasa acabou marcando um gol contra em cruzamento de Roberto Carlos. Nem mesmo o golaço de Juninho Pernambucano evitou o pior para os cruz-maltinos, que desabaram com o gol do espanhol Raúl no final.

Palmeiras 0 x 1 Manchester United 1999  

O desempenho dos brasileiros em Mundiais começava a mudar conforme o tempo, principalmente com a evolução dos campeonatos europeus. Mesmo jogando bem no 2º tempo, o Verdão foi outro que deixou a oportunidade de vencer a competição escapar, contra o Manchester United. Em cruzamento de Ryan Giggs, o ídolo Marcos não fez jus às jogadas que marcaram seu nome na história do Clube, deixando livre para Roy Keane marcar. Um dos melhores times do país na época, composto por Alex, Zinho, Paulo Nunes e outros, acabou voltando para a América com o sofrimento na mala.

Vasco 0 (3) x (4) 0 Corinthians 2000

Em um Mundial polêmico para algumas torcidas rivais, um brasileiro conseguiu ser campeão em cima de outro conterrâneo. O Vasco teve a chance novamente de conquistar o título intercontinental em 2000, desta vez, dentro de casa. O Maracanã recebeu cerca de 73 mil torcedores naquele para um duelo que marcou o início da organização da FIFA no torneio. O frio goleiro Dida nem comemorou quando Edmundo desperdiçou a cobrança, o que não mudou o resultado final: Corinthians campeão do Mundo.

Mazembe 2 x 0 Internacional 2010

Com um slogan que buscava o Bi Mundial do Colorado, o encontro entre os xarás acabou nunca acontecendo. Isso porque a torcida do Internacional sonhava em enfrentar a Internazionale de Milão nos Emirados Árabes, mas não contava com a força de um intruso congolês. Em uma das maiores zebras da história brasileira na Copa do Mundo de Clubes, o Inter foi o primeiro do país a não chegar em uma final da competição. A imagem que até hoje atormenta os adeptos gaúchos é do goleiro Muteba Kidiaba comemorando no gramado, enquanto Guiñazu e D’Alessandro lamentavam a eliminação.

Santos 0 x 4 Barcelona 2011

O ano de 2011 colocou frente a frente dois times históricos, apesar das suas diferenças. A maior derrota de um brasileiro em Mundiais marcou o primeiro encontro entre Messi e Neymar fora de suas seleções. Os dois haviam se enfrentado apenas um ano antes, em amistoso entre Brasil e Argentina. O camisa 10 do Barcelona ampliou a vantagem contra o craque brazuca com direito a goleada contra o Peixe. Nem mesmo a maestria de Ganso conseguiu parar Xavi, Iniesta e outros fenômenos daquele grupo.

Raja Casablanca 3 x 1 Atlético-MG 2013

Depois do trauma em perder para o Inter em 2006, o gênio Ronaldinho Gaúcho liderou o Galo até a semifinal do Mundial de 2013 com o sonho de vencer o torneio. Porém, outra vez um time brasileiro foi surpreendido e se despediu antes mesmo de chegar a final. A decisão acabou sendo entre Bayern de Munique e Raja Casablanca, já que os marroquinos conseguiram neutralizar o poder ofensivo de Tardelli e Jô. Além de anotar uma pintura de falta, R10 também chamou a atenção após o apito final por ter sido alvo de grande tietagem dos adversários, com direito assédio por recordações do ídolo.

Real Madrid 1 x 0 Grêmio 2017

O reencontro dos gaúchos com a cidade de Abu Dhabi pode até ter alegrado a parte vermelha de Porto Alegre, mas decepcionou bastante a outra. A atuação do Tricolor, mesmo na derrota, é valorizada até os dias de hoje por ter conseguido segurar ao máximo os Galáticos do Real Madrid. O título espanhol veio apenas em cobrança de falta de Cristiano Ronaldo, o que só prova a dificuldade dos europeus em definir as jogadas na defesa composta por Gröhe, Edílson, Geromel, Kannemann e Cortez.

Liverpool 1 x 0 Flamengo 2019

Depois de tanto a Nação pedir o Mundo de novo, o Flamengo foi reencontrar o Liverpool em Doha. O que os milhões de torcedores confiantes no Rubro-Negro não esperavam era que o resultado acabasse bastante diferente do que o time de Zico conseguiu em 1981. Mesmo jogando de igual para igual contra os ingleses, a defesa da equipe carioca não aguentou a pressão e Roberto Firmino deu fim ao sonho do Bi na prorrogação. Gabigol, Arrascaeta, Everton Ribeiro e companhia tentam em 2023 se redimir da derrota.

Foto: Alexandre Vidal / Flamengo - Liverpool venceu o Mundial de 2019

Foto: Alexandre Vidal / Flamengo - Liverpool venceu o Mundial de 2019

Palmeiras 0 x 1 Tigres 2020

Mesmo com o Mundial sendo realizado em 2021, o torneio se referia a temporada anterior, por causa das mudanças provocadas pela pandemia. Entre tantas mudanças que os alviverdes puderam notar, estava também o rendimento de um time vencedor, mas que acabou superado. O Palmeiras não chegou a final do torneio daquele ano, contra o Bayern de Munique, pois foi superado pelo Tigres (México) na semifinal. O francês Gignac foi o autor do gol que calou Weverton, Gabriel Menino, Rony e o restante do elenco.

Foto: Cesar Greco/Palmeiras - Palmeiras saiu do torneio na semifinal em 2020

Foto: Cesar Greco/Palmeiras - Palmeiras saiu do torneio na semifinal em 2020

Chelsea 2 x 1 Palmeiras 2021

Com o reforço do ídolo Dudu, o Palmeiras conseguiu ir mais longe rumo ao título inédito do Mundial organizado pela FIFA. Mesmo batendo o Al Ahly na semifinal, a grande decisão acabou sendo atrapalhada pelo Chelsea. Os Alviverdes não tiveram a mesma felicidade dos rivais corinthianos, e mesmo com o gol marcado por Raphael Veiga, Lukaku e Havertz conquistaram o primeiro título dos Blues na competição.

Foto: Fabio Menotti/Palmeiras - O Chelsea foi campeão em 2021

Foto: Fabio Menotti/Palmeiras - O Chelsea foi campeão em 2021