Futebol: Mais notícias

Futebol Games

Mesut Özil fica fora de game na China após críticas direcionadas ao país

 Atualmente jogador do Arsenal, o meio-campista publicou, em suas redes sociais, comentários negativos a respeito do tratamento dado pelo país aos aos muçulmanos   

Bolavip

Mesut Özil, meio-campista alemão com origens turcas, está fora de game comercializado na China. Atualmente no Arsenal, o jogador publicou em suas redes socias críticas negativas a respeito do tratamento dado pelo país aos muçulmanos integrantes da etnia uigur. Segundo a NetEase, empresa que comercializa tanto o eFootball PES 2020, quanto o PES 2020 para mobile, "o atleta violou o espírito esportivo de amor e paz."  

Nenhum outro país proibiu a imagem do alemão no Pro Evolution Soccer

De acordo com as Nações Unidas, a região de Xinjiang é uma "zona sem direitos, onde os uigures são tratados como inimigos do estado com base em nada mais que sua identidade etno-religiosa". Documentos do governo que vazaram recentemente apontam o vasto sistema de campos de internação, onde estão abrigados cerca de 1 milhão de muçulmanos uigures da Turquia.

Özil esteve no elenco da Alemanha que fez história na Copa do Mundo realizada no Brasil, em 2014

"Eles queimam seus Alcorões. Fecham suas mesquitas. Banem suas escolas. Matam seus homens de fé. Os homens são forçados a entrar em campos e suas famílias a viver com homens chineses. As mulheres são forçadas a se casar com homens chineses", foi o que publicou Özil, no dia 13 de dezembro. As palavras provocaram revolta nas plataformas digitais do país asiático. 

Além do mundo digital, a transmissão de um evento também foi cancelada por conta dos comentários. A partida entre Arsenal e Manchester City, válida pela Premier League, não foi transmitida pela "CCTV" devido aos posts. Por sua vez, o Arsenal se posicionou dizendo que "as opiniões do atleta não refletem o posicionamento do clube".

Temas:

Leia também




Comentários

Cadastre-se

Você pode receber as últimas notícias na sua caixa de E-mail.