Vanderlei Luxemburgo, Renato Gaúcho e Abel Braga são alguns dos nomes mais conhecidos entre os treinadores do futebol brasileiro. Entre altos e baixos, os medalhões colecionam passagens por vários clubes. Agora, com os três parados, o Ceará, que demitiu Marquinhos Santos, fez consultas a todos eles.

 

Mas os comandantes rejeitaram assumir o Vozão por diversos motivos: enquanto Renato só quer assumir um trabalho na próxima temporada, Abel Braga mudou de função no futebol e vai trabalhar como coordenador técnico, embora ainda não tenha destino definido. Por fim, Vanderlei Luxemburgo alegou questões familiares.

As procuras do Ceará não ficaram restritas aos três experientes treinadores. Outros nomes estavam na lista do Vovô, mas segundo o site Globoesporte.com, também recusaram ao chamado do Clube cearense. Sylvinho, Ricardo Gomes e Odair Hellmann, três técnicos da chamada 'nova safra', não vão assumir o comando do Vozão.

 

Treinadores que rejeitaram o Ceará:

Sylvinho - Pretende o exterior
Ricardo Gomes - Trabalha na CBF
Odair Hellmann - Questões burocráticas
Luxemburgo - Questões familiares
Renato Gaúcho - Só trabalha em 2023
Abel Braga - Virou coordenador técnico