O Vasco estreia na noite desta quinta-feira (13) no Campeonato Brasileiro. Depois de ter jogo adiado contra o Palmeiras, que estava envolvido na final do Campeonato Paulista, o Gigante da Colina recebe o Sport, em São Januário, a partir das 20h (horário de Brasília). De olho na sequência da temporada, a diretoria ainda vislumbra reforços para o elenco do técnico Ramon Menezes.

Um dos setores que preocupa o comandante é o meio de campo. A diretoria garante que irá ao mercado da bola, mas prega tranquilidade e, primeiro, busca resolver questões internas. A principal delas envolve Fredy Guarín. O colombiano não permanecerá no Cruz-Maltino, mas ainda negocia sua rescisão contratual com o clube.

Para o setor, foi especulado o nome do experiente Hernanes. O meio-campista, com experiência no futebol europeu e passagens pela Seleção Brasileira, tem futuro indefinido no São Paulo, onde perdeu espaço com o técnico Fernando Diniz. Em contato com o jornalista Flávio Dias, no canal "Atenção Vascaínos"Mario André Mazzuco abriu o jogo sobre o tema.

De acordo com o diretor executivo de futebol do Gigante da Colina, Hernanes não será contratado. Na avaliação de Mazzuco, o jogador, de 35 anos, é muito caro para os padrões atuais do Vasco. O setor de meio de campo necessita de uma nova alternativa, mas o foco não está voltado para atleta do São Paulo.

Para a estreia diante do Sport, Ramon Menezes terá dois reforços à disposição. O meio-campista Carlinhos e o atacante Guilherme Parede foram relacionados. Apesar das novidades, o técnico não poderá contar com Bruno César, que jogador testou positivo para a Covid-19.